Frequentadores denunciam situação precária do Paço do Frevo

Não há manutenção em equipamentos do Paço do Frevo, o único elevador está parado e as programações artísticas e culturais já não existem mais

ABANDONO
Frequentadores denunciam situação precária do Paço do Frevo

Muitas áreas do museu estão interditadas. - Foto: Foto: Beto Figueiroa

Frequentadores do Paço do Frevo, da Rua da Guia, no Bairro do Recife, alegam que o museu está passando por situação de abandono.  Segundo eles, os problemas internos estão relacionados ao fim de um contrato com Instituto de Desenvolvimento e Gestão,  o (IDG),  que acarretou na demissão de quase todos os funcionários do local, os que restaram atuam em horário reduzido. Atualmente o equipamento está funcionando de terça a sexta-feira no horário das 13h às 17h, já nos finais de semana das 14h às18h.

A repórter Juliana Oliveira traz os detalhes:

 

Nota da PCR

A Prefeitura do Recife se pronunciou por meio de nota, informando que a partir da segunda semana de janeiro de 2019, o Paço do Frevo estará em pleno funcionamento pelos próximos dois anos. Segundo a Gestão municipal da capital pernambucana, foi assinado um novo contrato com o IDG. Leia na íntegra.

"A Prefeitura do Recife e a Organização Social Instituto de Desenvolvimento e Gestão (IDG), após assinarem novo contrato de gestão do Paço do Frevo, válido pelos próximos dois anos, asseguram o pleno funcionamento do espaço de salvaguarda da mais pernambucana das manifestações culturais a partir da segunda semana de janeiro. Os próximos dias serão de recomposição de equipe e formatação de serviços e programações para o museu, que permanece aberto para visitação, no expediente das 13h às 17h, de terça a domingo, nesse período de transição, quando uma equipe temporária, formada por 21 pessoas, está conduzindo as atividades."

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.