Fim de ano

Ação fiscaliza transporte em ônibus irregulares em Pernambuco


Pessoas físicas não podem oferecer o serviço de ônibus fretados, apenas empresas

Julio Cirne
Julio Cirne
Publicado em 27/12/2018 às 16:26
Foto: Edmar Melo/JC Imagem
FOTO: Foto: Edmar Melo/JC Imagem
Leitura:

Nesse período de fim de ano, a tendência é de que o número de veículos circulando nas estradas aumente em Pernambuco. Por causa disso, cresce também a demanda pela contratação das empresas que oferecem o serviço de ônibus fretados, seja para viagens, passeios ou excursões. É por esse motivo que a Empresa Pernambucana de Transporte Intermunicipal (EPTI) realiza nesta quinta-feira (27) uma ação com o intuito de combater o transporte irregular e orientar os passageiros sobre os cuidados que devem ser tomados na hora de contratar uma excursão particular.

O coordenador técnico da EPTI, Luís Veras, conversou com a reportagem da Rádio Jornal e explicou como as empresas de transporte privado podem realizar suas atividades seguindo as normas legais. "A preocupação da EPTI é que os veículos andem regularizados. Para isso, inicialmente, tem que ser empresa. Pessoa física não faz mais transporte. Tem que virar pessoa jurídica", disse Veras.

Ainda segundo ele, para realizar essa regularização é preciso apresentar as certidões de criação da empresa, além de comprovantes de cursos de especialização. Confira todos os detalhes com a repórter Marcela Maranhão.

Ouça:


Mais Lidas