Delegado que fez ofensas à Marielle Franco é punido pela SDS

O delegado Jorge Ferreira chamou a vereadora do Rio de Janeiro Marielle Franco, que foi executada em março de 2018, de "mulher de bandido"

JUSTIÇA
Delegado que fez ofensas à Marielle Franco é punido pela SDS

Delegado Jorge Ferreira - Foto: Reprodução/ Rede Social

O delegado Jorge Ferreira de Souza, acusado de ofender a vereadora do Rio de Janeiro Marielle Franco, que foi assassinada em 14 de março de 2018, foi punido pela Secretaria de Defesa Social de Pernambuco (SDS), que aplicou uma punição de 10 dias de suspensão para o delegado da Polícia Civil.

No Facebook, Jorge Ferreira escreveu: "Se envolve com o narcotráfico, vira mulher de bandido, troca de facção criminosa, é assassinada pelos 'mano', aí vem a esquerda patética por a culpa nas instituições policiais. Vá se fu, dona Marielle. Já foi tarde. Detesto bandido e quem os defende odeio mais ainda".

O delegado foi afastado da Delegacia da Mulher em março de 2018 após a repercussão da publicação. Na época, ele gravou um vídeo alegando que alguém possivelmente havia invadido sua conta. Na ocasião, Jorge estava trabalhando na Delegacia da Mulher, em Santo Amaro. Ele já voltou ao serviço como delegado em Rio Doce, Olinda, no Grande Recife.

Na época da postagem, o delegado Jorge Ferreira negou ter feito a postagem e disse que seu perfil havia sido invadido.

Segundo o texto da SDS, ficou comprovado que foi o delegado quem publicou e compartilhou em seu Facebook postagens de "desapreço a autoridades públicas e políticas". Os 10 dias de suspensão serão convertidos em multa, que serão descontados da folha de pagamento do delegado.

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.