search close
Situação de passarelas da BR-101 no Recife preocupa pedestres
Nesta quarta-feia (9), uma carreta bateu na passarela da BR-101, no bairro de Engenho do Meio - Foto: reprodução
MOBILIDADE

Situação de passarelas da BR-101 no Recife preocupa pedestres

Segundo o DNIT, estão sendo concluídos os anteprojetos para a recuperação e melhoria das passarelas que cortam a BR-101 no Recife

Numa rodovia movimentada como a BR-101, onde passam milhares de carros todos os dias, atravessar com segurança não é tarefa fácil. Isso porque a passarela que fica na entrada da UR-04, no Ibura, está com a estrutura deteriorada e rachaduras de sobra.

O pedreiro Francisco Nunes mora na região há 30 anos e conta que nunca viu serviços de manutenção no local. Sem qualquer reparo, a estrutura vai piorando com o passar do tempo. Em algumas partes da passarela o concreto cedeu.

Outra preocupação dos moradores é a ausência de corrimão. Sem ele, não há como andar em segurança. Nas rampas, quem desce ou sobe tem muito medo. O risco de queda para adultos e crianças é grande, como explica o servente de pedreiro, Cícero José. 

Em outra passarela que fica no bairro do Engenho do Meio, em frente ao Colégio Militar, na Zona Oeste do Recife, os problemas são os mesmos: rachaduras e estruturas de ferro expostas.

Para a engenheira civil Virgínia Gouveia estes são sinais de alerta.

Confira os detalhes na reportagem de Pedro Souza:

 

O Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) informou que estão sendo concluídos os anteprojetos para a recuperação e melhoria das passarelas que cortam a BR-101 nos bairros do Engenho do Meio e do Ibura.

Só com a finalização vai ser possível, por meio de licitação, a contratação dos projetos e depois a execução das obras. Mas não foi dado nenhum prazo.


COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.