MISTÉRIO

DHPP investiga caso de professora encontrada morta dentro de casa


A professora de 36 anos foi encontrada morta com uma pancada na cabeça em casa, no bairro do Cordeiro, na Zona Oeste do Recife

Ísis Lima
Ísis Lima
Publicado em 06/02/2019 às 15:10
Reprodução/ TV Jornal
FOTO: Reprodução/ TV Jornal
Leitura:

O Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) investiga a morte da professora Simone Pedroso de Farias, de 36 anos, encontrada no apartamento em que morava, no Conjunto Habitacional do Cordeiro, na Zona Oeste do Recife, na noite desta terça-feira (5).

De acordo como os amigos e colegas de trabalho, a professora era reservada e dedicada ao trabalho. Formada em pedagogia, ela dava aulas de educação infantil a crianças de uma escola particular, no bairro em que morava.

Simone passou a última semana se preparando para a volta às aulas, que aconteceria na última segunda-feira. No domingo, conversou por telefone com colegas de trabalho confirmando presença na escola no dia seguinte. Mas, na segunda, ela não apareceu. Na terça também não. Os funcionários da escola ficaram desesperados e ligaram para a família da vítima.

Os parentes resolveram ir até o apartamento da professora. Quando abriram a porta, encontraram o corpo dela em cima da cama, com uma pancada na cabeça, como explica o delegado Marcelo Barreto. “Ela foi encontrada no quarto com uma pancada na cabeça, um sinal que realmente teria sido homicídio”, contou.

Confira os detalhes na reportagem de Ísis Lima:

Professora levava vida tranquila

No local, os moradores do conjunto ficaram chocados. A professora, que morava no bloco 9, tinha acabado de comprar o apartamento que fica no segundo andar. A vendedora Valdinere da Silva diz que Simone era muito tranquila. “Calma, tranquila, ela pouco ficava aqui em baixo. Só era do colégio para casa”, disse.


Mais Lidas