TRANSTORNO

Em 12 horas, Recife registrou volume de chuvas previsto para duas semanas de fevereiro

Prefeitura do Recife informou que tem monitorado os estragos causados pelas chuvas e que se planejou desde o alerta de chuvas emitido pela APAC

Ísis Lima
Ísis Lima
Publicado em 06/02/2019 às 13:14
Ezequiel Quirino/ TV Jornal
FOTO: Ezequiel Quirino/ TV Jornal
Leitura:

Segundo informações da Agência Pernambucana de Águas e Clima (APAC), o Recife registrou 74,4 mm de chuvas entre as 21h da noite desta terça-feira (5) e as 9h da manhã desta quarta (6), volume previsto para 15 dias do mês de fevereiro, de acordo com a média histórica de 144 mm. A informação foi repassada pela Prefeitura do Recife, que disse estar monitorando a situação das ruas e morros da cidade para minimizar os efeitos da chuva, com um efetivo de mais de 700 profissionais.

Defesa Civil

Desde o alerta de chuvas emitido na noite desta terça-feira (5), pela APAC, a Prefeitura do Recife emitiu o aviso para 31 mil moradores de áreas de risco cadastrados. Foram registrados 77 chamados para vistorias e pedidos de colocação de lonas plásticas. Um deles foi um deslizamento de pequeno porto no Alto Santa Tereza, em Passarinho, sem vítimas. Uma equipe da Defesa Civil foi acionada imediatamente para o local. A família recebeu colchões e cesta básica e foi deslocada para casa de familiares. A Defesa Civil do Recife mantém um plantão permanente e pode ser acionada através do 0800 081 3400. A ligação é gratuita e a Central de Atendimento funciona 24h.

Árvores

A Emlurb registrou ocorrências envolvendo a queda parcial ou total de onze árvores, seis ocorrências já foram concluídas e as demais estão com as equipes em atuando na solução. As ocorrências foram na Rua Samuel Campelo, nos Aflitos; ruas Capistrano e Odorico Mendes, em Campo Grande; Rua do Campo, na COHAB; Rua da Baixa Verde, no Derby; Rua Francisco Paulo dos Santos, em Dois Unidos; Avenida Dom Hélder Câmara, Ibura; Rua José Carvalheira, na Tamarineira; Rua Professora Ângela Pinto, na Torre; Cais José Estelita; Rua Doze de Outubro, nas Graças; e Rua Maurício Wanderley, em Lagoa Encantada. O órgão conta com equipes de prontidão para os chamados envolvendo árvores no Recife. As solicitações podem ser feitas pela Central 156.

Drenagem

Desde o início das chuvas, as equipes da Emlurb reforçaram as ações drenagem nas áreas mais baixas da capital com o objetivo de intensificar o escoamento das águas. Foram mobilizadas mais de 260 pessoas para os trabalhos de drenagem, além de três caminhões equipados com jatos para a sucção da água. As equipes trabalham para desobstrução e limpeza de galerias e canaletas da rede de drenagem, de diversas localidades, a exemplo da Av. Visconde de Jequitinhonha, em Setúbal, Av. Pernambuco, no Ibura, Av. Benigno Jordão de Vasconcelos em Lagoa Encantada, Av Abdias de Carvalho, no bairro de San Martin, Rua Pe. Teófilo Teor, na Ilha do Retiro, Rua Araguaia, em San Martin, Rua Conselheiro Portela e Av João de Barros, Encruzilhada e Av. Agamenon Magalhães, em Santo Amaro.

Trânsito

Equipes formadas por cerca de 180 agentes e 70 orientadores de trânsito da CTTU trabalham em áreas que foram afetadas pelas chuvas. Além disso, equipes técnicas trabalham com o intuito de realizar os ajustes necessários na rede semafórica da cidade. A Central de Operações de Trânsito (COT) da CTTU, que funciona 24 horas por dia, também realiza o trabalho de monitoramento das vias, identificando os pontos mais críticos, através de 149 câmeras de videomonitoramento.

Das 5h às 11h desta quarta-feira (6), foram registrados dois acidentes com vítima, nenhum com vitima fatal. No período, a CTTU registrou ocorrências em 65 semáforos, dos quais 21 já foram atendidos. As equipes técnicas estão em deslocamento para atender aos demais e normalizar todo o sistema.

Mais Lidas