Telemedicina: CFM abre prazo de 60 dias para contribuições

Conselho Federal de Medicina (CFM) regulamentou a telemedicina; termo se refere a formas de atendimento médico à distância viabilizadas pela tecnologia

FUTURO
Telemedicina: CFM abre prazo de 60 dias para contribuições

Termo se refere a formas de atendimento médico à distância viabilizadas pela tecnologia - Foto: Reprodução/ Internet

Foi publicado no Diário Oficial da União, nesta quarta-feira (06), a resolução do Conselho Federal de Medicina (CFM) que regulamenta a telemedicina. O termo se refere a formas de atendimento médico à distância, viabilizadas pela tecnologia. Com a norma, é possível fazer teletriagens, consultas online, telediagnósticos, telemonitoramento e mesmo telecirurgias, realizadas com auxílio de robôs.  

A diretoria do CFM se reuniu nesta quarta-feira com os presidentes dos 27 conselhos regionais, em Brasília. Segundo o médico e vice-presidente do Conselho Regional de Medicina de Pernambuco (Cremepe), Maurício Matos, durante o encontro, foram discutidos pontos relativos à publicação da resolução, que tem previsão de entrada em vigor em maio.

O vice-presidente do Cremepe defende a necessidade de ampliar a discussão com o CFM sobre alguns pontos que norteiam a resolução.

Contribuições

O CFM abriu prazo de 60 dias para receber contribuições relativas à norma, que atualiza critérios para a prática da telemedicina no Brasil. Podem participar do processo conselhos regionais de medicina e demais entidades médicas.

Para discutir a resolução com representantes das entidades médicas e sociedades de especialidades pernambucanas, o Cremepe convocou uma plenária conjunta, na próxima segunda-feira (11), na sede do conselho.

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.