GOLPE

Bitcoin: No Recife, homem some com investimento feito por grupo

O bitcoin foi criado em 2010 e é uma moeda que só existe no mundo digital, não é palpável

Ísis Lima
Ísis Lima
Publicado em 15/02/2019 às 16:27
Reprodução/ Internet
FOTO: Reprodução/ Internet
Leitura:

A Polícia Civil está investigando denúncias aqui no Recife que envolvem o investimento em bitcoin, uma moeda virtual. Pelo menos 12 pessoas teriam feito o investimento com um suposto gestor de fundo de ações que sumiu com o dinheiro das vítimas. O golpista oferecia um lucro em torno de 12% ao mês e cobrava a comissão de 5% em cima do ganho.

Para evitar cair nessas armadilhas, o consultor Marcos Vinícius tem as dicas. “Você mesmo abre a sua conta, transfere o seu dinheiro, coloca o dinheiro e compra bitcons e você faz as suas operações. O que a gente tem que evitar é justamente isso: que alguém faça por você”, detalhou.

Ainda de acordo com o consultor, a moeda virtual não traz muito lucro. Se alguém te oferecer uma margem muito grande, desconfie. Você pode estar caindo em um golpe. “Nunca acredite em projetos ou em promessas muito milagrosas. O bitcoin não rende, as criptomoedas elas não rendem. Você vai ganhar na variação pela compra e pela venda”, destacou.

Bitcoin

O bitcoin foi criado em 2010. É uma moeda que só existe no mundo digital, não é palpável. Também não é emitida por nenhum banco nem é regulamentada por governo.

Mais Lidas