NINHO DO URUBU

Dirigente do Flamengo presta depoimento à polícia sobre incêndio


Incêndio no alojamento do Centro de Treinamento do Flamengo, o Ninho do Urubu, deixou dez atletas mortos e três feridos

Ísis Lima
Ísis Lima
Publicado em 15/02/2019 às 15:56
Reprodução/Twitter
FOTO: Reprodução/Twitter
Leitura:

O diretor financeiro do Clube do Flamengo, Márcio Garotti, prestou depoimento durante mais de três horas desta sexta-feira (15) na 42ª Delegacia de Polícia (Recreio), na zona oeste do Rio de Janeiro, sobre o incêndio que deixou dez atletas mortos e três feridos no alojamento do Centro de Treinamento do clube, o Ninho do Urubu, na sexta-feira da semana passada (8). A delegacia é a responsável pelas investigações, que estão sob sigilo.

Ao deixar o local, o diretor financeiro foi indagado por jornalistas se havia informações sobre qualquer "gambiarra" na instalação do ar-condicionado do alojamento. "Não que tenha o nosso conhecimento", disse Garotti.

Em entrevista à TV Globo, um dos sobreviventes do desastre disse que havia uma espécie de "gambiarra" no aparelho.

Por volta das 15h, representantes da empresa Novo Horizonte Jacarepaguá (NHJ do Brasil) chegaram à delegacia para serem ouvidos. A empresa fabricou os contêineres em que foi instalado o alojamento.


Mais Lidas