SEGURANÇA

Conselho de Arquitetura e Urbanismo vistoria camarotes de carnaval

O Conselho de Arquitetura e Urbanismo de Pernambuco (CAU) explicou que objetivo é garantir segurança do folião

Ísis Lima
Ísis Lima
Publicado em 19/02/2019 às 14:07
JC Imagem
FOTO: JC Imagem
Leitura:

As fiscalizações do Conselho de Arquitetura e Urbanismo de Pernambuco (CAU) estão acontecendo nas três maiores instalações carnavalescas localizadas no Recife e em Olinda.

Um dos objetivos é garantir a presença de responsáveis técnicos durante a montagem da estrutura, além do cumprimento da legislação, é o que garante o presidente do CAU, Rafael Tenório. “Nós estamos fiscalizando a questão do exercício profissional. É função do CAU educar, orientar, fiscalizar essas ações para proteger a sociedade e estamos fiscalizando os maiores carnavais de Recife e Olinda no intuito de garantir a sociedade de que existe um responsável técnico e que todas as instalações estejam seguras sobre a ordem burocrática de nunca haver um culpado, nunca haver um responsável pelo o que está sendo feito”, detalhou o presidente do conselho.

A maior instalação carnavalesca do estado, o Carvalheira na Ladeira, passou pela fiscalização nesta terça-feira (19). Em Olinda, uma megaestrutura está sendo montada em um espaço de 11 mil m². Serão dois palcos com shows de diversos artistas nacionais. A expectativa é de que mais de 40 mil pessoas passem pelo local nos cinco dias de festa.

Com esse porte, o organizador do evento, Eduardo Carvalheira, fala sobre a importância das fiscalizações. “É um prazer muito grande recebê-los, porque todas as vezes que pegamos um corpo técnico desse eles vem e somam. Falando algumas coisas que a gente não sabia ainda. Divide a responsabilidade. E na hora que eles chegam aqui e nos chamam atenção de algum tipo de instalação, a gente promove algum tipo de melhorias nas nossas instalações”, disse.

Fiscalizações

As fiscalizações seguem até a sexta-feira da semana que vem. A última instalação a ser fiscalizada será o Galo da Madrugada. A população também pode divulgar de todo esse processo com denúncias e sugestão pelo site www.caupe.gov.br.

Mais Lidas