Show

Público lota Cais da Alfândega para ver Pabllo Vittar no Rec-Beat


Apresentação da drag queen foi marcada por muita animação dos fãs, que lotaram o espaço no Recife Antigo

Priscila Miranda
Priscila Miranda
Publicado em 04/03/2019 às 8:39
Divulgação
FOTO: Divulgação
Leitura:

O Cais da Alfândega, no Recife Antigo, ficou pequeno para a performance memorável da cantora, compositora e drag queen Pabllo Vittar. O show mais esperado da noite do Festival Rec-Beat encerrou a programação deste domingo (3) de folia. Pabllo trouxe sucessos como "Diske me" e "Corpo Sensual" e mostrou que conhece a cultura pernambucana e também o brega-funk, fenômeno recente no cenário musical do Recife.

Pela primeira vez no carnaval de rua da capital pernambucana, Pabllo explicou o que representa, para ela, uma drag queen, ter um espaço numa das festas mais importantes do País. "É felicidade, sabe? Eu quero, cada vez mais, ver pessoas como eu, que vieram aqui do Nordeste também, ocupando os palcos do mundo todo. Eu sei que a gente é capaz e não vai parar nunca", disse.

Ela ainda mandou um recado para os ouvintes e fãs. "Não parem de acreditar em vocês, não parem de amar as pessoas como ela são, não parem de sonhar."

Quem aproveitou o show de Pabllo Vittar foi o DJ 440, que tem a missão, este ano, de fechar toda a programação de shows do polo Rec-Beat, na Terça-feira Gorda. Ele adiantou um pouco de como será o show de encerramento do Carnaval do Recife no festival Rec-Beat. "Além do formato da Terça do Vinil original, a gente vai trazer umas coisas mais dançantes


Mais Lidas