No dia Internacional da Mulher, Graça Araújo é homenageada no Rádio Livre

Graça Araújo faleceu em setembro de 2018, vítima de um AVC Hemorrágico

HOMENAGEM
No dia Internacional da Mulher, Graça Araújo é homenageada no Rádio Livre

Graça Araújo - Foto: Léo Motta/ JC Imagens

No programa Rádio Livre desta sexta-feira (8) Anne Barreto e Rafael Souza, relembraram um pouco da trajetória de Graça Araújo.  A apresentadora da Rádio Jornal e TV jornal, faleceu após sofrer um AVC Hemorrágico, há exatamente seis meses.

Conhecida como ícone de força na TV e no rádio, Graça defendia os direitos da população, com muita prestação de serviço e cobrando posição dos órgãos públicos. Mulher, negra, se destacou no jornalismo pelo trabalho sério que sempre realizou, e ao longo dos anos, passou a ser reconhecida e respeitada pelas autoridades.

Ouça

 

Um dos principais nomes do jornalismo pernambucano, Maria Gracilane Araújo da Silva, conhecida como Graça Araújo, de 62 anos, nasceu na cidade de Itambé, Zona da Mata Norte de Pernambuco. Aos três anos de idade, se mudou com a família para São Paulo, onde viveu até adulta. Antes de iniciar a carreira na área de comunicação, trabalhou como embaladora de enxoval de bebê, em uma agência bancária e também como secretária em uma revista.

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.