ESTUPRO

Pedreiro é preso por abusar da própria sogra de 101 anos, em Pombos

Filha da vítima instalou uma câmera escondida no quarto para flagrar o crime

Pedro Guilhermino Alves Neto
Pedro Guilhermino Alves Neto
Publicado em 08/03/2019 às 9:57
Reprodução/TV Jornal
FOTO: Reprodução/TV Jornal
Leitura:

Um pedreiro de 44 anos foi preso nesta sexta-feira (8) suspeito de abusar da própria sogra de 101 anos. O caso aconteceu em Pombos, na Zona da Mata do Estado. De acordo com a polícia, ele foi denunciado pela companheira com quem morava junto há 20 anos.

Segundo a delegada de Vitória de Santo Antão, Danúbia Andrade, ao desconfiar que o marido estava cometendo o abuso, a esposa instalou uma câmera escondida no quarto do casal. Com a confirmação do estupro, ela mesmo entregou a gravação para a polícia. “A filha da vítima tomou conhecimento dos fatos no percurso de Pombos para Vitória. Ela vinha para uma instituição financeira resolver problemas pessoais e através de um aplicativo de celular ela verificou e visualizou a prática do crime. Então ao obter as provas ela compareceu a delegacia da mulher e, em virtude da objeção do crime, tomamos as medidas necessárias iniciais e vamos continuar com a investigação até o final”, contou a delegada.

O homem foi preso na obra em que trabalhava. A sogra morava com o casal e com a filha deles. De acordo com a polícia por estar muito debilitada, a vítima não tem condições de falar sobre os abusos.

O suspeito prestou depoimentos e confessou o crime, mas em entrevista disse que não achava se tratar de um abuso. “Eu não pensava que isso era estupro. Eu errei, sou o pior canalha do mundo por fazer um negócio desse. Nunca fui preso nem condenado por nada. Agora eu perdi tudo. Perdi minha vida, emprego, carro, casa, família e o que tinha eu estraguei. Fiz tudo errado. Eu pensava que isso nunca ia acontecer comigo, mas infelizmente aconteceu”, finalizou.

Flagrante

O suspeito foi autuado por estupro de vulnerável e será encaminhado para audiência de custódia agora pela manhã.

Mais Lidas