ALTA MÉDICA

Bebê atingido por pedra na cabeça deixa hospital após 20 dias internado

Suspeito jogou a pedra em bebê quando discutia com o pai da criança, em Crato, no interior do Ceará

Fellipe Leandro
Fellipe Leandro
Publicado em 11/03/2019 às 21:15
Reprodução
FOTO: Reprodução
Leitura:

Depois de 20 dias internado, o bebê Heitor, de apenas um ano de idade, enfim recebeu alta médica do Instituto Doutor José Frota (IJF), em Fortaleza. Ele passou por duas unidades hospitalares durante o período.

No dia 19 de fevereiro, Heitor sofreu uma pedrada na cabeça, durante uma discussão entre o seu pai e um médico, no Crato, na região do Cariri. Na ocasião o pai da criança cobrava uma dívida de cerca de R$ 1 mil. Alcides Muniz atirou uma pedra e acertou Heitor que teve traumatismo craniano. Quando o pai de Heitor tentou socorrer o filho, ele foi surpreendido com uma paulada nas costas e, em seguida, por um choque de taser elétrico.

A criança passou por duas cirurgias e recebeu 43 pontos. Os médicos que atenderam Heitor, afirmaram que ele teve afundamento no crânio. Um dos ossos da cabeça perfurou o cérebro e ocasionou em um coágulo e sangramento.

Agressor

O médico Alcides, Muniz Gomes de Matos Filho, foi detido, em Juazeiro do Norte, enquanto estava almoçando em um restaurante junto com a mulher e dois filhos, por descumprir uma medida cautelar, de acordo com a polícia.

Segundo a defesa do médico, ele não descumpriu a lei e aguarda a audiência de definição das determinações da medida

Mais Lidas