PROBLEMAS

RU da UFPE fechará por 15 dias após fim de contrato com Casa de Farinha


Restaurante Universitário da UFPE ficará fechado até que o processo de troca de empresas fornecedoras esteja concluído

Ísis Lima
Ísis Lima
Publicado em 13/03/2019 às 16:00
Divulgação/ UFPE
FOTO: Divulgação/ UFPE
Leitura:

A Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) publicou um comunicado nesta quarta-feira (13) sobre problemas no funcionamento do seu Restaurante Universitário (RU). Uma falha no fornecimento de água acabou atrasando o fornecimento de café-da-manhã nesta quarta. O almoço não será servido, de acordo com a UFPE. Já o jantar funcionará normalmente.

O RU é gerido pela empresa Casa de Farinha. O contrato com a UFPE se encerrará na próxima sexta-feira (15). A partir da segunda-feira (18), o RU vai ficar parado por 15 dias, até que o processo de troca de empresas fornecedoras esteja concluído. A substituta da Casa de Farinha ainda não foi anunciada.

Paralisação

A empresa, junto à Reitoria da universidade, também se comprometeu a fornecer as três refeições no RU até o fim do contrato. Os funcionários terceirizados que trabalham no restaurante fizeram uma paralisação na última terça-feira (12), por falta de pagamento. Segundo a UFPE, o dinheiro será transferido após a Casa de Farinha apresentar a documentação necessária.

A universidade prometeu que os 600 estudantes beneficiários do Programa de Moradia Estudantil -- onde estão incluídos os moradores de casas do estudante ou que recebem auxílio-moradia -- devem ganhar a quantia de R$ 23,53 por dia útil para custear refeições.

Posicionamento da Casa de Farinha

Após a publicação da matéria, a Casa de Farinha emitiu uma nota com sua versão dos fatos. Segundo a empresa, o problema do fornecimento de água foi causado por um defeito em uma bomba d'água, cuja responsabilidade seria da UFPE. Leia na íntegra.

A Casa de Farinha, responsável pelo fornecimento de refeições do Restaurante Universitário da Universidade Federal de Pernambuco, informa que um problema na bomba hidráulica, cuja manutenção é de responsabilidade da Universidade Federal de Pernambuco desde maio de 2016, está impactando no serviço desde o dia 11 de março. A empresa está aguardando uma solução por parte da Instituição. A empresa espera que até a próxima semana, tudo seja restabelecido, inclusive questões salariais que estão sendo tratadas com o sindicato da categoria.


Mais Lidas