CAMPEONATO PERNAMBUCANO

Náutico e Santa Cruz empatam em clássico pouco movimentado nos Aflitos

Nenhuma das equipes consegue abrir o marcador no clássico das emoções

Publicado em 17/03/2019 às 18:30
Alexandre Gondim / JC Imagem
FOTO: Alexandre Gondim / JC Imagem
Leitura:

Faltou emoção no clássico entre Náutico e Santa Cruz, neste domingo, no estádio dos Aflitos. O empate por 0x0 foi o único resultado da última rodada da primeira fase do Campeonato Pernambucano que não contou com comemoração de gols. Com o resultado, o Timbu completa a 13ª partida sem perder na temporada e encerra a etapa inicial do Estadual na vice liderança, com 19 pontos, três a menos que o líder Sport. Já o Tricolor vem logo em seguida no terceiro lugar da classificação, com 17. Nas quartas de final, a equipe alvirrubra enfrentará Vitória, enquanto o Santa Cruz pegará o Afogados. As duas equipes da capital têm a vantagem de decidir a vaga nas semifinais em casa. Vale lembrar que próxima fase será realizada com jogo único marcado para quarta-feira (20).

O técnico Márcio Goiano repetiu a escalação da equipe alvirrubra que venceu o CBR por 2x1 na última quinta-feira, pela Copa do Nordeste. A grande novidade do Timbu foi o retorno do atacante Wallace Pernambucano, que começou a partida no banco de reservas, sendo acionado aos 23 do segundo tempo. Já o Santa Cruz também foi reforçado no setor ofensivo. O clube coral conseguiu efeito suspensivo sobre a punição de Pipico e o atacante foi confirmado entre os titulares. Por outro lado, o Tricolor foi desfalcado por Marcos Martins, Danny Morais, Charles e Allan Dias.

O Jogo

Em campo, o problema foi a falta de emoção no clássico e a forte marcação de ambas as equipes. Para se ter uma ideia, até os 20 minutos do primeiro tempo, Náutico e Santa Cruz apresentaram um confronto bem equilibrado, com poucas ameaças. Os goleiros Bruno, do Náutico, e Anderson, do Tricolor, não fizeram grandes defesas. Destaque para o pênalti não marcado pelo árbitro Péricles Bassols, aos 12. No lance, Odilávio tentou dominar no peito e foi derrubado por Bruno Ré. Os jogadores alvirrubros insistiram para o árbitro confirmar o pênalti, mas a partida seguiu sem alterações.

A primeira investida do Santa Cruz aconteceu aos 22, quando Cesinha avançou pela direita e cruzou na área para Elias cabecear longe da meta do goleiro Bruno. Dez minutos depois foi a vez de o Náutico chegar com perigo pela primeira vez. Odilávio recebeu pela direita, avançou e cruzou na área. Quem cabeceou e quase fez gol contra foi Lucas Gonçalves. O goleiro Anderson estava atendo à jogada e ficou com a bola.

Nos minutos finais da etapa, o Náutico emplacou sequência perigosa, mas não teve sucesso com as finalizações. Aos 39, Thiago arriscou um chute de fora da área, mas Anderson defendeu com tranquilidade. Aos 44, Thiago novamente chutou forte, desta vez dentro da área. O goleiro tricolor fez nova defesa e salvou o time.

Segundo tempo

No retorno para o segundo tempo, o Náutico apresentou melhor desempenho ofensivo, mas não conseguiu ser efetivo nas finalizações. Melhor em campo pelo lado alvirrubro, o jovem atacante Thiago foi o protagonista da maioria das jogadas. Aos 18, ele chegou pela direita, driblou a zaga coral, chutou, mas houve desvio. Dois minutos depois, o jogador imprimiu velocidade pela direita e cruzou na área. Luiz Henrique cabeceou para fora. Com o placar sem gols, o técnico Márcio Goiano acionou Wallace Pernambucano, que saiu do banco de reservas para oferecer mais oportunidade dinamismo no setor ofensivo do Timbu.

Mais Lidas