Susto

Família é agredida durante invasão de casa em Aldeia, Camaragibe

Comerciante aposentado diz que assaltantes teriam confundido casa dele com de outra pessoa

Publicado em 19/03/2019 às 9:12
Luís Carlos Oliveira/TV Jornal
FOTO: Luís Carlos Oliveira/TV Jornal
Leitura:

Pelo menos cinco bandidos armados invadiram a casa de uma família no bairro de Aldeia, em Camaragibe, na madrugada do domingo (17). Eles roubaram pertences e agrediram as vítimas. Os homens chegaram no imóvel por volta de 1h30. Encapuzados, eles pularem o muro da casa. Outros integrantes do grupo entraram pelo portão principal. No momento do crime, seis pessoas dormiam na casa., entre elas duas crianças, de 11 e sete anos.

Os assaltantes renderam a família e amarraram as vítimas com braçadeiras de plástico, conhecidas como "enforca-gato". O comerciante aposentado Éricles Feitosa Paes Barreto, que fazia aniversário no dia do assalto, conta que os bandidos o agrediram bastante. Ele deu detalhes do que aconteceu.

"Estava dormindo, quando acordei com o assaltante. Eu estava na rede e ele pôs a arma na minha cabeça e já me levantou com uma gravata. Começou a me ameaçar, querendo dinheiro, cofre, armas. Eu disse 'meu amigo, eu não tenho arma que eu não sou polícia nem cofre porque não tenho dinheiro", relatou o aposentado. Os assaltantes começaram a chamá-lo por outro nome, foi quando ele percebeu que eles haviam errado de casa. "Mostrei o documento, a identidade, foi quando eles se conformaram e começaram a bater menos em mim."

A esposa de Éricles, a comerciante Adalberta Fulco, conta que, de início, achava que tudo não passava de uma brincadeira. "Entrou só um no meu quarto e eu estava com os dois meninos dormindo e, quando eu vi, eu disse 'você está com palhaçada? Isso é hora de você fazer brincadeira? Quando eu encostei junto dele pra tirar o capuz dele, ele colocou o revólver na minha cabeça e eu caí na real", contou a mulher,

Os criminosos ainda chegaram a colocar o carro deles, uma caminhonete Strada prata, dentro da casa da família. Roubaram joias, celulares, e vários eletrodomésticos. Até agora, ninguém foi preso.

Mais Lidas