PLANTÕES

Delegacias do interior de Pernambuco podem ficar sem plantões

De acordo com o Sinpol, o governo está atrasando o pagamento do PJES

Pedro Guilhermino Alves Neto
Pedro Guilhermino Alves Neto
Publicado em 20/03/2019 às 10:52
Foto: Acervo / JC Imagem
FOTO: Foto: Acervo / JC Imagem
Leitura:

O Sindicato dos Policiais Civis (Sinpol) esteve em Caruaru, nesta terça-feira (19), para se reunir com agentes da polícia e escrivães. Na pauta o atraso do pagamento das horas extras.

De acordo com o presidente do Sindicato Áureo Cisneiros, já tem delegado deixando plantões extras, o que ocasiona em cidades do agreste sem guarnição. “Praticamente todos os plantões das cidades do interior de Pernambuco são de PJES, ou seja, de horas extras. O governo paga muito abaixo do que manda a constituição. A gente não vai tolerar mais”, afirmou.

No próximo dia 11 de abril acontecerá no Recife uma assembleia para os Sindicatos dos Policiais Civis de Pernambuco negociar junto ao governo do estado, tanto o plano de cargos e carreiras, quanto os pagamentos atrasados.

Por meio de uma nota, o governo do estado informou que o cronograma do pagamento do PJES segue normalmente em 2019. A nota também destaca que o pagamento de janeiro já foi liberado e o de fevereiro deve ser quitado até o final de março.

Mais Lidas