OLINDA

Estou sem chão, diz mãe de adolescente que denunciou vizinho por estupro

O homem teria aproveitado um momento em que a adolescente de 16 anos estava sozinha em casa para cometer o estupro

Ísis Lima
Ísis Lima
Publicado em 21/03/2019 às 14:42
Reprodução/ TV Jornal
FOTO: Reprodução/ TV Jornal
Leitura:

Uma adolescente de 16 anos denunciou que foi estuprada por um fotógrafo, dentro do apartamento onde mora, em Rio Doce, Olinda, na Região Metropolitana do Recife. O suspeito, que é um vizinho, de 56 anos, era amigo da família da vítima há quase 20 anos. Ele teria pedido uma ferramenta emprestada à estudante, que estava sozinha em casa. Foi nesse momento em que ele teve acesso ao apartamento.

A mãe da garota falou sobre o crime. "Eu estou revoltada e sem chão porque eu não esperava, de coração, isso não. A única coisa que eu quero é que pague pelo que ele fez", desabafou a mãe.

Prisão

Segundo a família, o fotógrafo se assustou com o barulho de uma moto, achando que fosse o padrasto da garota. Ele saiu do local e foi direto para o apartamento dele. A polícia foi acionada. Populares, revoltados, espancaram o suspeito antes de ele ser preso. A menina foi encaminhada para fazer exames sexológicos no Instituto de Medicina Legal (IML), no Recife, nesta quinta-feira (21). Segundo a mãe da menina, o suspeito culpou a vítima antes de ir para a Delegacia do Varadouro.

Mais Lidas