play_circle_outline
O Assunto é Futebol - 2° Tempo

Maciel Júnior

access_time

14:00

Rádio Livre

Anne Barreto e Rhaldney Santos

access_time

16:00

Balanço de Notícias

Wagner Gomes e Igor Maciel

play_circle_outline
O Assunto é Futebol - 2° Tempo

Maciel Júnior

access_time

14:00

Rádio Livre

Anne Barreto e Rhaldney Santos

access_time

16:00

Balanço de Notícias

Wagner Gomes e Igor Maciel

search close
PRESO

Traficante preso pela PF forçava meninas a serem escravas sexuais

Erison Francisco do Nascimento era um dos traficantes mais perigosos do estado

Em operação conjunta entre as Polícias Federais de Pernambuco e Rio grande do Norte, foi preso o traficante Erison Francisco do Nascimento, de 33 anos, conhecido como Chico Bento. Considerado um dos mais perigosos do estado, ele estava foragido desde 2016, quando fugiu da Penitenciária Barreto Campelo, em Itamaracá, juntamente com outros 52 detentos, na explosão de um muro.

O traficante lidera uma facção criminosa, chamada de Trem Bala, com atuações no Cabo de Santo Agostinho, Ipojuca e no Bairro do Ibura, no Recife. A prisão de Erison Francisco aconteceu em um resort na praia do Cotovelo, no Rio Grande do Norte, após a troca de informações entre as polícias dos dois estados.

Na ação, o traficante, que usava uma identidade falsa, ainda tentou reagir à chegada dos policiais, mas foi imobilizado, como explica o chefe de comunicação da Polícia Federal de Pernambuco, Giovani Santoro. “Soubemos que ele estava nesse resort, montamos uma operação da Polícia Federal com nosso grupo especializado e o Grupo de Pronta Intervenção (GPI). Quando chego ele reagiu à prisão, não quis se entregar e chegou a apontar um revólver calibre 38 para nossos policiais, os policiais revidaram com um tiro na perna dele. Ele foi hospitalizado. Depois que recebeu alta, ele foi encaminhado para a Carcerária da Polícia Federal onde vai ficar à disposição da justiça”, explicou.

Erison Francisco era responsável por trazer e distribuir cerca de 60kg de pasta base de cocaína e cerca de uma tonelada de maconha, no bairro do Ibura. De acordo com Giovani Santoro, o traficante de ficha extensa tinha uma relação muito forte com fornecedores de droga da Bolívia e do Paraguai. “Já foi preso várias vezes por tráfico de drogas, por posse ilegal de armas de fogo, por resistência à prisão e quando ele foi preso e fugiu do presidio, ele foi morar tanto na Bolívia quanto no Paraguai. Foi aí que ele começou a ter relações com traficantes desses dois países e fornecia maconha e pasta base para Pernambuco. A prisão dele é bastante significativa para que a gente possa minimizar o tráfico de drogas no nosso estado”, afirmou.

Intimidações

A quadrilha também atuava no aliciamento de jovens para a facção criminosa. Além disso, os integrantes intimidavam famílias e forçavam meninas a servirem de escravas sexuais do tráfico. “Uma das informações que chegou durante o período de investigação foi que esse bandido juntamente com os outros integrantes da facção, chegavam nas comunidades pobres e começavam a ameaçar os pais para que aquelas jovens que tivessem uma certa idade fossem forçadas a ter relações sexuais com eles”, finalizou.

Oito integrantes da facção Trem Bala já haviam sido presos pela Polícia Militar, no último domingo (17), no Cabo de Santo Agostinho. Com um arsenal de armas, carregadores, munições de vários calibres e 60 tabletes de maconha. A droga continha a imagem do personagem Chico Bento, símbolo da quadrilha no Ibura. Em menos de 24 horas, todos os detidos foram liberados em audiência de custódia.


COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.