LINHA SUL

Com problema no metrô, Grande Recife reforça quatro linhas de ônibus


Nesta terça-feira (26), os trens da Linha Sul do metrô não estão funcionando, afetando as 12 estações da Linha

Ísis Lima
Ísis Lima
Publicado em 26/03/2019 às 15:56
Felipe Ribeiro/ JC Imagem
FOTO: Felipe Ribeiro/ JC Imagem
Leitura:

Um reforço em quatro linhas de ônibus que passam pela Zona Sul do Recife será montado, nesta terça-feira (26), por causa de um problema apresentado na linha Sul do metrô, que atende cerca de 120 mil pessoas por dia. O Grande Recife Consórcio de Transporte (GRCT) informou também, que outras quatro linhas vão ter seu itinerário prolongado.

Na volta para casa, os usuários poderão contar com um reforço nas linhas 167 – TI Tancredo Neves (IMIP), 168 – TI Tancredo Neves (Conde da Boa Vista), 166 – TI Cajueiro Seco (Rua do Sol) e 185 – TI Cabo (Cais de Santa Rita).

Novo itinerário

Além do reforço nas linhas citadas, terão seu itinerário prolongado até o Cais de Santa Rita as seguintes linhas: 115 – TI Aeroporto/TI Afogados e 024 – TI Tancredo Neves (Circular Boa Viagem). Já a linha 110 – Ibura/Ipsep estende o seu percurso até o TI Largo da Paz, enquanto a 140 – TI Cajueiro Seco/Shopping Recife fará a ligação entre os terminais de Cajueiro Seco e Aeroporto.

Problema

Os passageiros do metrô do Recife enfrentaram, na manhã desta terça-feira (26), mais um dia de estações lotadas. Isto porque os trens da Linha Sul do metrô não estão funcionando, afetando as 12 estações da Linha. No Terminal Integrado de Cajueiro Seco, no bairro de Prazeres, em Jaboatão dos Guararapes, na Região Metropolitana do Recife (RMR), os usuários estão recorrendo aos ônibus, que estão lotados devido ao aumento da demanda.

De acordo com funcionários do metrô, houve um problema na rede aérea que paralisou o serviço. Não há previsão de retorno da circulação dos trens.

Segundo a Companhia Brasileira de Trens Urbanos (CBTU), técnicos realizam manutenção para solucionar o problema. O superintendente da CBTU no Recife, Leonardo Vilar, explicou que ainda não sabe o que causou o problema, que aconteceu ontem (25), às 18h.


Mais Lidas