OBRAS

Obras na Av. Conde da Boa Vista serão iniciadas na próxima terça-feira (2)

Essa será a primeira das seis fases na Avenida

Pedro Guilhermino Alves Neto
Pedro Guilhermino Alves Neto
Publicado em 28/03/2019 às 14:10
Google Maps
FOTO: Google Maps
Leitura:

Vai ser iniciada na próxima terça-feira (26), a primeira das seis fases da nova Avenida Conde da Boa Vista, na Área Central do Recife. O início das obras irá ocorrer no trecho da Rua da Aurora até a Rua do Hospício, e vai afetar 38 linhas que circulam pelo principal corredor de ônibus da cidade.

As linhas serão desviadas para a Rua da Aurora, Rua do Riachuelo e Rua do Hospício e aproximadamente seis mil passageiros vão precisar fazer o embarque e desembarque em paradas situadas nesses locais.

De acordo com o diretor de operações do Grande Recife, André Melibeu, as mudanças na avenida vão trazer melhorias para os passageiros. “O que está previsto para a Conde da Boa Vista é a total remodelação, as paradas serão removidas e requalificados dando melhor conforto para quem utiliza. A expectativa é de que haja um ganho de tempo de viagem com as novas mudanças que estão previstas na Conda da Boa Vista, porque está previsto também que haja uma restrição para veículos individuais e que o transporte público tenha prioridades”, explicou.

Segundo o presidente da empresa de Manutenção e Limpeza Urbana do Recife (Emlurb), Roberto Gusmão, a primeira fase das obras também vai contemplar a parte de drenagem, requalificação e iluminação pública da via. “É uma fase que vai da Rua da Aurora até a Ruado Hospício. Estamos aproveitando toda a parte da obra que será feita de alargamento de calçadas, serão quase 2 mil metros de calçadas a mais. Toda a parte de paradas de ônibus dando conforto a todo o usuário de transporte coletivo e fazendo com que a parte de alagamento minimize em todo o trecho da Boa Vista”, disse.

A polêmica fica por conta do comércio informal na Conde da Boa Vista, que está prevista para receber apenas 50 ambulantes que foram previamente cadastrados.

De acordo com o secretário de Mobilidade e Controle Urbano do Recife, João Braga, a prioridade de agora é dar mais fluidez para as cerca de 300 mil pessoas que passam diariamente pela via. “Na Conde da Boa Vista só temos espaços garantidos para 50 fiteiros. Quem negocia comida, solanca, não tem condições de ficar na Conde da Boa Vista, mas vamos criar outras condições e outras alternativas. O maior compromisso é com a Cidade como um todo”, finalizou.

Orçamento

A primeira fase das obras tem previsão de ser concluída em 120 dias, custando cerca de R$3,5 milhões. O orçamento total das seis etapas de requalificação da Conde da Boa Vista, gira em torno de R$15 milhões e tem conclusão prevista para 2020.

Mais Lidas