Tortura

Mulheres são presas suspeitas de estuprar e torturar criança no Agreste

Foram identificados vários hematomas na região vaginal da criança de quatro anos de idade

Pedro Guilhermino Alves Neto
Pedro Guilhermino Alves Neto
Publicado em 29/03/2019 às 10:44
Foto: Divulgação
FOTO: Foto: Divulgação
Leitura:

Duas mulheres foram presas suspeitas de estuprar e torturar uma criança de quatro anos de idades, na Zona Rural de Canhotinho, Agreste de Pernambuco.

A delegada de plantão, Tatiana Pinto, explica como tudo aconteceu. “A criança chegou na escola e a professora detectou sinais de agressão física e, ao conversar com a criança, foi relatado que ela teria caído da cama após um empurrão da mãe. Ela também disse que estaria com a vagina queimada por um isqueiro, também feito pela mãe”, explicou.

Após o relato da criança, a professora acionou o Conselho Tutelar que foi até o local e constatou as agressões. A Polícia Militar também foi acionada e foi dada voz de prisão contra o casal que tomava conta da criança, que era adotada.

Violência sexual

A criança passou por exame sexológico, que identificou vários hematomas na região vaginal, indicando que ela também foi vítima de violência sexual. O casal responderá pelo crime de tortura e estupro de vulnerável, nos termos da Lei Maria da Penha, e será levado ao juiz para apresentação de audiência de custódia.

Mais Lidas