Carreata

Caminhoneiros do Paraná fazem carreata pela tabela do frete

A ato foi promovido pelo Sindicato dos Caminhoneiros de São José dos Pinhais (PR), e pede a fiscalização da tabela do frete rodoviário

Agência Brasil
Agência Brasil
Publicado em 30/03/2019 às 18:06
Felipe Jordão/ JC Imagem
FOTO: Felipe Jordão/ JC Imagem
Leitura:
Ministro informou que desde o início da paralisação, PRF emitiu 400 autos de infração, com multas que somam R$ 2,03 milhões
Foto: Fernando Oliveira/PRF/Divulgação

.

Um grupo de caminhoneiros fez carreata hoje (30) na região metropolitana de Curitiba. A ato foi promovido pelo Sindicato dos Caminhoneiros de São José dos Pinhais (PR), que pede a fiscalização da tabela do frete rodoviário e a diminuição do preço do litro do óleo diesel. Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), que acompanhou a carreata com duas viaturas, não houve interdição total do trânsito na Linha Verde, uma das principais rodovias da capital paranaense, onde os caminheiros passaram.

Na quinta-feira (28), o presidente Jair Bolsonaro anunciou o lançamento do cartão-caminhoneiro, que vai garantir a compra de combustível, pelos motoristas de carga, sem a variação oscilante do preço do óleo diesel, uma das principais reclamações da categoria. Bolsonaro também citou a decisão recente da Petrobras, que anunciou que não haverá reajuste no preço do diesel em intervalos inferiores a 15 dias. A política do frete mínimo foi uma das reivindicações dos caminhoneiros que paralisaram as estradas de todo o país em maio do ano passado.

Lei

A lei especificou que os pisos mínimos de frete deverão refletir os custos operacionais totais do transporte, definidos e divulgados nos termos da Agência Nacional de Transportes Terrestre (ANTT), com priorização dos custos referentes ao óleo diesel e aos pedágios.

Mais Lidas