SAÚDE

Voluntários fazem ação para conscientização do autismo


A estimativa é de que a cada 68 crianças, uma convive com algum grau de autismo

Ísis Lima
Ísis Lima
Publicado em 02/04/2019 às 12:45
Reprodução/ Internet
FOTO: Reprodução/ Internet
Leitura:

Uma ação de voluntários de conscientização do autismo foi realizada na manhã desta terça-feira (2). No dia mundial da conscientização do autismo, voluntários da Clínica Somar distribuíram panfletos na Avenida Agamenon Magalhães, próximo à praça do Derby, Área Central do Recife.

O psicopedagogo Victor Eustáquio, sócio fundador da Clínica Somar, fala sobre a incidência do Autismo. “No final de 2018, uma estatística afirmou que a cada 59 crianças que nascem, uma se enquadra no espectro do autismo. O autismo tem vários níveis, graves, moderadas e leves”, informou.

Victor fala também sobre as características apresentadas por uma criança com autismo. “As características do autismo já podem ser identificadas antes dos três anos de idade. Quando a criança tem dificuldade de manter o contato visual por mais de três segundos, a criança não sabe brincar com os objetos de forma funcional, gostam de objetos que giram como rodas de carro e é normal a criança ter dificuldade de comunicação que podem ter um atraso na comunicação verbal ou não chegam a falar”, explicou.

O tratamento para o autismo é exclusivamente comportamental, como explica o psicopedagogo. “O tratamento é única e exclusivamente comportamental, existem outras várias técnicas e ciências que dão um amparo muito bom”, finalizou.

O autismo

Estima-se que, a cada 68 crianças, uma convive com algum grau de autismo – transtorno do desenvolvimento caracterizado por comprometimento das habilidades de comunicação e interação social, como também por realização de movimentos e comportamentos repetitivos. Nem sempre uma criança com essa condição precisa necessariamente apresentar toda a lista de sintomas que interferem no convívio, no comportamento e na comunicação.


Mais Lidas