SAÚDE

Primeira morte por leptospirose em PE acende alerta sobre prevenção


A leptospirose é uma doença bacteriana transmitida aos seres humanos pelo contato da urina dos ratos. O contato com água suja é um dos fatores de risco

Arlene Carvalho
Arlene Carvalho
Publicado em 03/04/2019 às 7:22
Aequivo/ JC Imagem
FOTO: Aequivo/ JC Imagem
Leitura:

A primeira morte por leptospirose em Pernambuco no ano de 2019 foi confirmada e acendeu novamente o alerta para o contato com água suja, principalmente no período de chuvas. Até o último sábado (30), foram notificados 112 casos, sendo 15 confirmados pela Secretaria Estadual de Saúde (SES).

Outros 65 casos seguem em investigação, de acordo com a SES. A vítima fatal foi um empresário de 40 anos, residente em Piedade, Jaboatão dos Guararapes, no Grande Recife. A morte ocorreu em 18 de janeiro deste ano.

Pernambuco finalizou o ano passado com 207 casos confirmados da doença dos quais onze resultaram em mortes.

A leptospirose é uma doença bacteriana transmitida aos seres humanos pelo contato da urina dos ratos. Os sintomas mais comuns são febre, dor de cabeça, dores musculares, vômitos, tosse e diarreia.

Prevenção

A Secretaria de Saúde de Jaboatão dos Guararapes informou diz que já realizou uma ação de combate aos roedores na área onde o empresário residia, EM Piedade. A cidade é líder nos registros da doença no último trimestre.

Profissionais de saúde alertam para o contato com a água acumulada com a chegada das chuvas no Estado. A recomendação de higienizar abrange inclusive os reservatórios com água sanitária na proporção de um litro da substância para mil litros de água.

Confira as dicas de Francisco Duarte, gerente de zoonoses da Secretaria Estadual de Saúde sobre como se prevenir:


Mais Lidas