Após transplante de coração, Brunninha morre no Recife

Apesar de ter ganho um novo coração na última quinta Brunninha não resistiu

TRISTEZA
Após transplante de coração, Brunninha morre no Recife

Brunninha tinha 7 anos e uma cardiopatia muito grave - Foto: Reprodução

Brunna Silveira Lopes Barbosa, de 7 anos,  a "Brunninha", morreu no fim da tarde desse domingo (7).  Ela estava internada no Instituto de Medicina Integral Professor Fernando Figueira (IMIP), área central do Recife , desde a última quarta-feira (3) e havia passado por um transplante de coração na quinta-feira (4).

A menina veio do Rio Grande do Norte com a família e era portadora de uma cardiopatia muito grave. Brunninha chegou veio ao Imip após a instituição ter sido acionada pelo Sistema Nacional de Transplante.

Desde que nasceu, Brunninha viajava com os pais por 74 quilômetros, do município de Serrinha, no interior do Rio Grande do Norte, para ser atendida na capital potiguar. O estado de saúde da menina se agravou nos últimos meses. A transferência para o Recife se deu, pois, o Rio Grande Norte não realiza este tipo de operação e, para ter o nome na lista de transplante de coração de Pernambuco, é preciso estar no Estado.

A história de Brunninha virou notícia após um dos médicos que a acompanhavam fazer um apelo para o governo nas redes sociais. A repercussão do post fez com que o Sistema Nacional de Transplante, tomasse conhecimento e conseguisse a transferência da menina para o Imip.

Confira a nota do Imip na íntegra:

"A direção do IMIP informa que, infelizmente, faleceu no final da tarde deste domingo (07) a menor B.L.B., de 7 anos, oriunda de Natal – RN, que realizou transplante cardíaco na madrugada de quinta-feira (04.04).

A criança, portadora de uma cardiopatia muito grave, deu entrada no IMIP na quarta-feira (03.04), após a instituição ter sido acionada pelo Sistema Nacional de Transplante. Durante o período , o IMIP prestou toda a assistência necessária para a criança e para a família dela."

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.