GOIANA

Polícia prende mulher que fingia estar grávida para receber doações


A suposta grávida, Riniele Oliveira da Silva, realizou campanha até pela internet

Ísis Lima
Ísis Lima
Publicado em 12/04/2019 às 17:11
Reprodução/ TV Jornal
FOTO: Reprodução/ TV Jornal
Leitura:

Uma mulher foi presa temporariamente suspeita de fingir que estava grávida para aplicar golpes. Riniele Oliveira da Silva, de 28 anos, estava em casa, no município de Goiana, na Região Metropolitana do Recife, durante a prisão, realizada nesta quinta-feira (11).

Riniele comovia as pessoas ao afirmar que estava grávida de quíntuplos e pedia donativos e dinheiro. Ela utilizava até as redes sociais para aplicar os golpes. A polícia apreendeu vários materiais como berço caro, enxovais de bebê, alimentos, além de outros itens recebidos como doações.

O delegado Herbert Martins, responsável pelas investigações, conta que a Delegacia de Goiana passou a estranhar a campanha realizada pela mulher após algumas pessoas questionarem a gravidez. “A partir daí instauramos um inquérito policial pelo crime de estelionato onde durante as investigações conseguimos comprovar que a gravidez era falsa e que várias pessoas foram lesadas”, contou.

Segundo o delegado, a mulher conseguiu mobilizar a sociedade de Goiana e muita gente se mobilizou para fazer doações a mulher.

Riniele dizia que havia sido abandonada pelo marido e que morava com uma prima, além de afirmar que tinha um filho. No entanto, a mulher não tinha nenhum acompanhamento médico para a gestação. Ela foi encaminhada para a Colônia Penal Feminina do Bom Pastor, no bairro do Engenho do Meio, na Zona Oeste do Recife, onde cumprirá pena pelo crime de estelionato.

Em 2014 a mulher já havia sido presa aplicando o mesmo golpe.


Mais Lidas