search close
VIOLÊNCIA

Em 2019, Caruaru já registra 55 assassinatos

Abril já contabiliza nove homicídios

Em novembro de 2017, foram registrados 456 homicídios no Estado
Dos nove casos registrados neste mês, três foram neste final de semana.
Bobby Fabisak/JC Imagem

A Capital do Agreste Pernambucano, Caruaru, é conhecida por receber inúmeros turistas, principalmente no período de São João, onde sedia a Maior Festa Junina do Mundo por receber mais de 1,5 milhões de pessoas. Porém, a violência na cidade neste ano está com números alarmantes.

Somente em 2019 foram contabilizados 55 assassinatos na Capital do Agreste. Em abril já foram registrados nove homicídios, sendo três neste fim de semana. Segundo a Secretaria de Defesa Social (SDS), Pernambuco já contabiliza 896 assassinatos nos três primeiros anos do ano, sendo 316 ocorrências no mês de março. 

Casos

Na sexta-feira (12) um casal foi baleado no Loteamento Copacabana, próximo ao bairro Cidade Jardim. José Roberto da Silva Macedo, de 20 anos, morreu no local e a esposa dele Amanda Joyce da Silva Guedes, também de 20 anos, foi socorrida pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) para o Hospital Regional do Agreste (HRA) onde permanece internada.

No sábado (13) um adolescente de 17 anos matou o próprio pai a pauladas no bairro José Liberato. Josinaldo Ramos da Silva, de 49 anos, foi socorrido pelo Samu, mas morreu no HRA. O adolescente foi apreendido e será apresentado pelo Ministério Público nesta segunda-feira (15). A irmã da vítima que não será identificada relata que a violência já vinha acontecendo há muito tempo.

“Ele já era acostumado a bater no pai, porque o pai tinha problemas de saúde mental. Faz uns três meses que ele quebrou um barrote na cabeça dele, que foi necessário o pai fazer uma cirurgia. Ele começou a quebrar as coisas, porque ele não aceita conselho. Ele é usuário de drogas e rouba”, disse a irmã.

Já no domingo (14) um adolescente de 14 anos foi assassinado a tiros. O corpo da vítima foi encontrado em um matagal no bairro Severino Afonso, próximo do Riacho do Mocó.

Confira os detalhes na matéria de Berg Santos:


COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.