TURISMO

PE deve receber cerca de 800 mil visitantes na Semana Santa


A receita turística do estado deve girar em torno de R$500 milhões

Pedro Guilhermino Alves Neto
Pedro Guilhermino Alves Neto
Publicado em 15/04/2019 às 13:59
Divulgação/ Paixão de Cristo
FOTO: Divulgação/ Paixão de Cristo
Leitura:

Com a proximidade da Semana Santa chegando a procura cresceu por hospedagens durante o feriado. De 2017 para 2018 a ocupação de hotéis teve um aumento significativo de 30% e a expectativa é de que se mantenha a mesma quantidade de procura do ano passado, foi o que informou, o secretário de Turismo de Pernambuco, Rodrigo Novaes, em entrevista na Super Manhã.

O secretário acredita que os números serão iguais aos do ano passado e que Pernambuco receberá cerca de 800 mil visitantes durante o feriado. “A gente tem mantido uma boa ocupação da rede hoteleira. A expectativa é de que a gente tenha uma ocupação significativa este ano também. A previsão para Fernando de Noronha é de 90%, Recife 86% e Ipojuca (Porto de Galinhas) cerca de 95% da ocupação. É um momento em que a rede hoteleira e Pernambuco comemoram porque tem um incremento de recursos injetados na nossa economia”, explicou.

Sobre as condições das rodovias que ligam até Fazenda Nova, local onde fica o Teatro de Nova Jerusalém com o espetáculo da Paixão de Cristo, Rodrigo Novaes afirma que essa foi a primeira rodovia do estado a ser reformada. “A PE-145 foi a primeira rodovia do estado a ser reformada, justamente por causa do fluxo de visitantes nesse período da Semana Santa. A rodovia foi toda refeita. Não há mais buracos, o acesso está bom e com muito policiamento para receber todos os 10 mil turistas por noite que visitam a Nova Jerusalém”, afirmou.

Em média esses turistas passam entre 2 e 3 dias no Estado e geram uma receita em torno de R$500 milhões. “A maioria de nossos turistas são brasileiros vindo de São Paulo, Rio de Janeiro, Bahia, Minas Gerais e Alagoas que são de onde vem os maiores números de turistas”, concluiu o secretário.

Confira a entrevista na íntegra:


Mais Lidas