SOLIDARIEDADE

Unesco oferece ajuda para a reconstrução da catedral em Paris


Merkel e Conte prestam solidariedade aos franceses após incêndio na Catedral de Notre-Dame, em Parisparis

Arlene Carvalho
Arlene Carvalho
Publicado em 16/04/2019 às 7:48
Reuters/Benoit Tessier/Direitos Reservados
FOTO: Reuters/Benoit Tessier/Direitos Reservados
Leitura:

A Organização da Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco) ofereceu apoio ao governo francês para recuperar a Catedral de Notre-Dame, atingida por um incêndio na segunda-feira (15) e resguardar o patrimônio cultural do templo.

A diretora-geral da Unesco, Audrey Auzoulay, disse que a agência acompanha de perto a situação do incêndio e está empenhada em recuperar “essa herança inestimável".

Em sua conta no Twitter, Audrey afirmou estar comovida “diante do trágico incêndio na catedral de Notre Dame de Paris, registrada no Patrimônio Mundial em 1991".

O secretário-geral da Organização das Nações Unidas (ONU), António Guterres, disse que ficou "horrorizado" com as imagens do incêndio na Catedral de Notre-Dame.

"Uma joia única do patrimônio mundial que permanece em pé desde o século XIV. Os meus pensamentos estão com as pessoas e com o governo da França ", afirmou Guterres na sua conta no Twitter.

Reações

A chanceler da Alemanha, Angela Merkel, postou, na sua conta no Twitter, uma foto da catedral em chamas e emogis com carinha de choro e apenas uma frase: “Eu sou parisiense.”

O primeiro-ministro da Itália, Giuseppe Conte, publicou, na sua conta pessoal no Twitter, um vídeo com imagens do incêndio que atingiu a Notre-Dame. “Um golpe no coração dos franceses e de todos nós europeus”, disse o italiano em francês.

Solidariedade do Museu Nacional

Atingido por um grande incêndio em setembro do ano passado, o Museu Nacional manifestou solidariedade aos franceses pelas chamas que atingiram a Catedral de Notre-Dame, em Paris.

"O Museu Nacional lamenta o incêndio ocorrido na tarde desta segunda-feira, dia 15 de abril, na Catedral de Notre-Dame, em Paris. Nossa instituição, que viveu episódio semelhante em sua história recente, se solidariza com os franceses neste momento", diz nota divulgada pelo museu.

Igreja mais famosa da capital francesa, a Notre-Dame sofre por horas com um grande incêndio, que fez desabar parte de sua estrutura. A catedral em estilo gótico foi construída entre 1160 e 1345.

Acervo perdido

O incêndio de grandes proporções que atingiu o palácio Paço de São Cristóvão, principal prédio do Museu Nacional, no Rio de Janeiro, causou grandes danos no acervo de 20 milhões de itens e fez com que o teto do prédio desmoronasse.

Além do acervo, que incluía desde história natural até importantes peças históricas que começaram a ser reunidas pela família real brasileira, o palácio também tinha importância histórica por ter sido a casa dos próprios monarcas até o fim do Império.

Desde o desastre, a instituição e o governo brasileiro realizaram trabalhos emergenciais de escoramento da fachada e ainda buscam peças sob os escombros do incêndio.


Mais Lidas