ÚLTIMO ADEUS

Idoso que teve 98% do corpo queimado é enterrado em Camaragibe


A vítima estava internada no Hospital da Restauração, no Derby

Pedro Guilhermino Alves Neto
Pedro Guilhermino Alves Neto
Publicado em 22/04/2019 às 15:14
Reprodução/Google Maps
FOTO: Reprodução/Google Maps
Leitura:

Foi enterrado, no fim da manhã desta segunda (22), no Cemitério de Camaragibe, na região Metropolitana do Recife, José Joaquim Ramos Filho, de 77 anos. O idoso estava internado no Hospital da Restauração após ser resgatado com vida da explosão de gás que atingiu duas residências no bairro de Jardim Primavera, em Camaragibe, na última sexta-feira (19). Ele teve cerca de 98% do corpo queimado no acidente.

Além dele, outras duas pessoas morreram na explosão. Adalva Cecília Ramos, de 76 anos, esposa de José, e o neto do casal, Felipe Henrique Ferreira, de 17 anos, que foram encontrados pelo Corpo de Bombeiros já sem vida.

[PUBLICIDADE]

E por conta da explosão, na manhã desta segunda-feira (22), equipes da Defesa Civil estiveram no local para derrubar o que sobrou de duas casas atingidas no acidente. Outras duas vieram abaixo no dia da explosão.

Uma das residências era da dona de casa Maria da Conceição, que diz estar bastante assustada com o ocorrido. “Eu estou preocupada. Estou dormindo mal, qualquer barulho dos móveis, eu já fico em alerta”, disse.

Confira os detalhes na matéria de Gabriela Bento:

Enquanto o trabalho de demolição acontecia, técnicos e engenheiros visitaram pelo menos 10 casas na rua desportista, para avaliar possíveis danos na estrutura.

Segundo o Corpo de Bombeiros, a corporação recebe em média cinco chamados de vazamento de gás diariamente. De acordo major Anderson Barros, nas últimas 24h foram 11 na Região Metropolitana do Recife. Para o major, é preciso ter muito cuidado na compra e manuseio do botijão de gás. “É importante que você tenha certeza de que está comprando um material certificado pelo Inmetro. A mangueira e o regulador têm cinco anos de validade e observar se ele apresenta algum problema durante o uso”, alertou.

Segundo o secretário executivo de Defesa Civil do Estado, coronel Lamartine Barbosa, um descuido pode causar muito transtorno. “O gás de cozinha pode se acumular e entrar em ralos e com essa acumulação muito intensa, qualquer contato com uma faísca pode causar na queima instantânea de todo o gás”, afirmou.

Emergência:

Em caso de emergência, é importante ligar imediatamente para o Corpo de Bombeiros no número 193.


Mais Lidas