MOBILIDADE

Integração temporal na Estação Recife quer reduzir evasão de receita


Na integração temporal, por duas horas, o usuário pode utilizar o metrô e o ônibus pagando apenas uma passagem

Ísis Lima
Ísis Lima
Publicado em 23/04/2019 às 16:04
Felipe Ribeiro/JC Imagem
FOTO: Felipe Ribeiro/JC Imagem
Leitura:

O novo prazo para o funcionamento da integração temporal entre metrô e ônibus no terminal integrado do Recife, no bairro de São José, agora é 30 de abril. A modalidade deveria começar a valer nesta terça-feira (23), entretanto, devido a problemas operacionais, houve o novo adiamento, segundo explicou o superintendente da Companhia Brasileira de Trens Urbanos (CBTU), Leonardo Vilar.

Ainda de acordo com o superintendente da CBTU, os cerca de 40 mil passageiros que passam diariamente pela estação Recife vão continuar recebendo orientações sobre as mudanças, até a nova data prevista para que o serviço funcione.

Além da Estação Recife, as estações de Cavaleiro, na Linha Centro, e Largo da Paz, na Linha Sul, já funcionam com integração temporal. Quando a medida começar a valer, os passageiros que utilizam a Estação Recife vão realizar a integração entre metrô e ônibus exclusivamente fazendo uso do Vale Eletrônico Metropolitano (VEM).

Integração temporal

Os usuários vão ter duas horas para embarcar sem que seja debitada uma nova tarifa. A mudança pretende reduzir a evasão de receita devido à entrada irregular de usuários nas estações.


Mais Lidas