INUSITADO

Túmulos são violados no cemitério público de São Caetano, no Agreste


Quem percebeu o crime foi o coveiro Welson Viana, que encontrou as covas abertas ao chegar para trabalhar na manhã da segunda-feira (22)

Arlene Carvalho
Arlene Carvalho
Publicado em 23/04/2019 às 7:36
Reprodução/TV Jornal
FOTO: Reprodução/TV Jornal
Leitura:

Dois túmulos do Cemitério Público de São Caetano, no Agreste de Pernambuco, foram violados. De acordo com o coveiro Welson Viana, ele encontrou as covas abertas ao chegar para trabalhar na manhã desta segunda-feira (22).

Um dos túmulos violados é o de Aureliano Antônio de Lima, que morreu há quase três meses aos 94 anos. A filha dele, Lourdes de Lima, deseja que a polícia investigue o caso.

No outro túmulo danificado, está o corpo de Carmem Maria Gomes Ferreira, enterrada há quatro anos. Nenhum familiar esteve no local até a gravação da matéria.

Um fato curioso que chamou a atenção de moradores e trabalhadores de São Caetano, é que os túmulos violados ficam um na entrada e outro no fundo do cemitério.

Resposta

Representantes da Prefeitura de São Caetano informaram que não há vigilante permanente no cemitério. A segurança é realizada pela ronda da Guarda Municipal. A Polícia Civil investigará o caso.

Confira mais detalhes na matéria de Berg Santos:


Mais Lidas