CASO ALDEIA

Investigações sobre morte de empresário em Aldeia seguem sob sigilo


Imagens de câmeras de segurança serão analisadas para identificar envolvidos no assassinato

Arlene Carvalho
Arlene Carvalho
Publicado em 24/04/2019 às 8:00
Bobby Fabisak/JC Imagem
FOTO: Bobby Fabisak/JC Imagem
Leitura:

Após o assalto que resultou na morte de Mário Cavalcanti Gouveia Júnior, 78 anos, em Aldeia, a Polícia Civil decidiu permanecer com as investigações sob sigilo. O crime ocorreu na madrugada dessa terça-feira (23), na mansão onde o idoso morava, dentro do Parque Águas Finas, no km 17 da Estrada de Aldeia, em Paudalho, Zona da Mata Norte de Pernambuco.

Imagens de câmeras de segurança serão analisadas para identificar envolvidos no assassinato. Materiais genéticos e munições coletados em dois veículos supostamente usados no crime também podem ajudar na elucidação do crime.

Os dois carros também passarão por perícias minuciosas, pois, segundo a perita Vanja Coleho, detalhes podem confirmar a presença de um dos veículo no Parque Aquático Águas Finas.

Confira no flash de Elis Martins:

O corpo de Mário Gouveia foi sepultado ainda ontem, no cemitério Morada da Paz, em Paulista, numa cerimônia restrita.

O crime

A casa onde o empresário, proprietário do Parque Águas Finas, morava, no quilômetro 17 da Estrada de Aldeia, foi invadida por cerca de 15 homens por volta das 2h30 desta terça-feira (15). O grupo levou aproximadamente dinheiro e nove armas de fogo, que pertenceriam a uma coleção da vítima. Toda a renda do fim de semana do parque aquático estaria guardada na casa.

De acordo com a Polícia Militar, Mário Gouveia foi baleado pelos criminoso após reagir. Ele chegou a ser levado em seu helicóptero para um hospital particular do Recife, mas não resistiu aos ferimentos.

Os criminosos estavam em dois carros e conseguiram fugir. Para dificultar a ação da polícia, eles montaram barricadas com árvores derrubadas e colocaram pregos nas vias de acesso ao local do crime. Um dos veículos que poder ter sido utilizado pelo grupo foi encontrado no Cordeiro, Zona Oeste do Recife.

Luto no Parque Águas Finas

Uma nota publicada na página do Parque Águas Finas no Facebook informou que o espaço permanecerá fechado por três dias.

Leia a nota:

O Parque Águas Finas comunica a todos que encontra-se de LUTO OFICIAL em virtude do falecimento de seu fundador e proprietário Mário Gouveia Cavalcanti Junior. O Parque estará FECHADO nos próximos 3 dias. Nós que fazemos o Parque Águas Finas lamentamos profundamente o falecimento do nosso fundador. Continuaremos o legado do Sr. Mario, que era dar diversão às pessoas e proporcionar um parque único a todos.


Mais Lidas