SAÚDE

Notificações de zika crescem 134% em Pernambuco


O número é referente aos quatro primeiros meses de 2019 em com o mesmo período do ano passado

Pedro Guilhermino Alves Neto
Pedro Guilhermino Alves Neto
Publicado em 24/04/2019 às 14:48
Pixabay
FOTO: Pixabay
Leitura:

Pernambuco registrou uma alta nas notificações de arboviroses, nos quatro primeiros meses de 2019, em comparação ao mesmo período do ano passado, segundo dados divulgados pela Secretaria Estadual de Saúde (SES).

Somente de zika vírus, foram notificados 620 casos entre janeiro e abril deste ano. O número representa um aumento de 134%, se comparado ao mesmo período do ano passado, quando foram registrados 265 casos.

Já a dengue apresentou uma alta de 15,8%, com 7.925 casos notificados. No ano passado, foram 6.845 casos suspeitos. A chicungunha também apresentou elevação nos números de notificações. No período analisado foram registrados 1.237 casos. Em 2018, foram 1.008 casos.

[PUBLICIDADE]

Segundo o diretor geral de controle de doenças transmissíveis da SES, George Dimech, o Sertão do Estado é a região que mais apresentou aumento nos casos de arboviroses. “Quando pegamos a região do Sertão é notável a variação de mais de 4 mil casos se comparar com o ano anterior”, afirmou.

Ainda de acordo com o diretor, o que se destaca no estado em geral é o aumento da incidência de arboviroses em menores de 20 anos. “Os adultos que já tiveram a dengue já estão mais protegidos do que os mais jovens”, explicou.

Confira os detalhes na matéria de Thiago Barreto:

George Dimech detalha como é feito o trabalho de prevenção das arboviroses no estado e também alerta para os cuidados com a infestação do mosquito Aedes Aegypti, transmissor das doenças. “O estado atua de várias formas. Apoia o município que precisa mandando equipamentos e fazendo capacitações técnicas para os profissionais”, finalizou.

No período em que os dados foram analisados, foram identificadas 19 mortes por casos de arboviroses em todo o estado.


Mais Lidas