MAUS TRATOS

Grupo realiza protesto após mais de 30 gatos serem mortos na Torre


As mortes dos gatos ocorreram na última semana na Avenida Beira Rio, no bairro da Torre

Ísis Lima
Ísis Lima
Publicado em 27/04/2019 às 10:37
Filipe Ribeiro/ JC Imagem
FOTO: Filipe Ribeiro/ JC Imagem
Leitura:

Está marcado para às 14h, na Avenida Beira Rio, no bairro da Torre, na Zona Norte do Recife, o protesto contra a morte de mais de 30 gatos no local. A denúncia do extermínio dos animais foi feita pelo grupo Vozes em Luto Nordeste, grupo que combate a violência contra os bichos.

A área onde aconteceram as mortes é conhecida como um local onde as pessoas abandonam os gatos. A iniciativa tem como objetivo cobrar punição para o ou os envolvidos no recente extermínio de felinos. "O intuito do ato é conscientizar as pessoas e alertar a todos sobre as atrocidades acontecidas no local e pedir para as autoridades competentes que sejam tomadas as providências cabíveis", publicou o grupo Vozes em Luto no Instagram.

Veja a denúncia:

Visualizar esta foto no Instagram.

Amanhã, 27/04 Ato em repúdio ao massacre de gatos na Beira Rio/Torre O movimento @vozesemluto.nordeste irá realizar neste sábado 27/04/19, a partir das 14h, tendo concentração no quiosque da Beira Rio, um Ato em repúdio ao massacre de gatos que vem ocorrendo nos últimos dias, pois somente esta semana, já soma-se o total de 31 gatos assassinados. Estes animais indefesos, dentre eles filhotes, estão passando por este sofrimento porque foram abandonados, eles não chegaram sozinhos no local mencionado. Alguém os deixou à mercê da própria sorte. Estes gatos sentem fome, sede e medo, isto é, têm todas as necessidades fisiológicas das quais o animal humano sente. Mesmo tendo quem os alimente, não podemos deixar a responsabilidade apenas para uma pessoa, além disso, não se pode passar pelo local e fechar os olhos para a situação em que eles se encontram. É preciso que cada cidadão faça a sua parte, adotando, castrando, denunciando quem abandona e maltrata estes animais, pois a responsabilidade não é apenas do Poder Público, mas sim da sociedade como um todo. Dessa forma, vamos fazer uma reflexão e sair da zona de conforto e se conscientizar, visto que, somente ficar postando nas redes sociais estas atrocidades não irá mudar a situação deles, ajuda sim na divulgação, mas é preciso ir além, é preciso ir para à rua, é preciso denunciar os maus-tratos, fazer boletim de ocorrência quando se deparar com uma agressão contra os animais, pois o que está acontecendo neste local, é um crime ambiental, é um crime contra a vida destes animais indefesos. Existe a Lei 9.605/98 ( lei de Crimes Ambientais) que em seu art. 32 tutela o direito destes animais, então vamos fazer nossa parte como cidadãos e cobrar de todos, inclusive do Estado, para que sejam tomadas as providências cabíveis e que o culpado desses assassinatos responda criminalmente! Assim sendo, o intuito do ato é conscientizar as pessoas e alertar a todos sobre as atrocidades acontecidas no local e pedir para as autoridades competentes que sejam tomadas as providências cabíveis. #libertacaoanimal #recife #vegan #abandonodeanimais eviolencia

Uma publicação compartilhada por Vozes em Luto Nordeste (@vozesemluto.nordeste) em

Punição

O assunto ganhou destaque nas redes sociais e virou caso de polícia além de discursos na Câmara de Vereadores.

A lei 9.605/98 estabelece que maltratar animais é crime com pena de um a quatro anos de detenção mais multa. Este mês também é realizada a campanha Abril Laranja, período de prevenção e combate à crueldade contra os animais.


Mais Lidas