POLÊMICA

"Não queremos que dinheiro público seja usado dessa maneira", diz Bolsonaro sobre propaganda do BB


Esta semana, o presidente vetou uma propaganda do Banco do Brasil que visava atrair o público jovem a abrir conta na instituição

Ísis Lima
Ísis Lima
Publicado em 27/04/2019 às 12:44
Valter Campanato/Agência Brasil
FOTO: Valter Campanato/Agência Brasil
Leitura:

O presidente Jair Bolsonaro afirmou neste sábado (27) que a linha de propaganda do governo mudou. Ele defendeu a decisão do Banco do Brasil (BB) de retirar do ar um comercial que incentivava a abertura de conta no banco. A peça, de 30 segundos, exibia imagens de homens e mulheres jovens, de diferentes estilos.

"Quem indica e nomeia o presidente do Banco do Brasil, não sou eu? Não precisa falar mais nada, então. A linha mudou. A massa quer o quê? Respeito a família, ninguém quer perseguir minoria nenhuma. E nós não queremos que dinheiro público seja usado dessa maneira", disse o presidente.

A assessoria do Banco do Brasil informou, em nota, que "faltaram outros perfis" na publicidade, que saiu do ar no último dia 14. O diretor de Marketing do BB, Delano Valentim, foi demitido do cargo.

O vídeo

A campanha publicitária do Banco do Brasil marcada pela diversidade foi retirada do ar e o diretor de Comunicação de Marketing da instituição, Delano Valentim, foi demitido. A decisão foi um pedido do presidente Jair Bolsonaro, que não gostou do comercial.

O vídeo era direcionado ao público jovem, que o Banco do Brasil visa atrair. O atual presidente do Banco do Brasil, Rubem Novaes, admitiu que Bolsonaro não gostou do resultado da campanha, mas não especificou o motivo. A respeito da demissão, ele afirmou que houve um consenso.

Veja o vídeo:


Mais Lidas