PROTESTO

Protesto pede liberdade de suspeito de envolvimento no caso Mário Gouveia


Familiares e amigos do funcionário do empresário, morto na última segunda-feira (23), protestaram na manhã deste domingo (28)

Fellipe Leandro
Fellipe Leandro
Publicado em 28/04/2019 às 15:34
Reprodução / TV Jornal
FOTO: Reprodução / TV Jornal
Leitura:

Após prisão do caseiro Rodrigo Gomes da Silva, familiares e amigos do funcionário realizaram protesto na BR-101, próximo a estrada do Passarinho, neste domingo (28) Os parentes de Rodrigo afirmam que ele é inocente e pedem a sua liberdade. Nas mãos, dezenas de familiares carregavam cartazes e fotos do jovem.

Rodrigo e mais três homens foram presos preventivamente na última quarta-feira (24), por suspeitas de participação do assalto que resultou no assassinato do empresário Mário Gouveia, na última segunda-feira (23).

De acordo com informações da Polícia Rodoviária Federal (PRF), o protesto acontecido neste domingo (28), teve início às 9h40 e durou cerca de 1h20. Às 11h30 da manhã, o trânsito já seguia normalmente nas duas vias.

Crime

Na madrugada da última segunda-feira (23), o empresário Mário Gouveia, de 79 anos, reagiu a um assalto à sua residência no quilômetro 17 da Estrada de Aldeia, em Paudalho, Zona da Mata de Pernambuco. Durante à investida, os bandidos tentaram roubar a coleção de armas de Mário, que revidou o ataque com tiros.

Cerca 15 a 20 homens invadiram o local, onde também funciona o Parque Aquático Águas Finas, que também é propriedade de Mário Gouveia. Além do empresário, no momento do assalto, a esposa dele e dois funcionários estavam na residência, mas não se feriram.

Mário chegou a ser socorrido para um hospital particular no Recife, mas não resistiu aos ferimentos.


Mais Lidas