Grande Recife registra mais de 700 assaltos a ônibus em 2019

Abril já contabiliza 172 investidas contra coletivos

INSEGURANÇA
Grande Recife registra mais de 700 assaltos a ônibus em 2019

Nas últimas 72h, foram contabilizados 17 assaltos na Região Metropolitana do Recife (RMR) - Foto: Michelle Souza/JC Imagem

O ano de 2019 já registrou, de 1º de janeiro até o momento, 701 assaltos a ônibus no Grande Recife. As informações são da editoria de polícia da Rádio Jornal,  em parceria com o Sindicato dos Rodoviários. Abril já contabiliza 172 investidas contra coletivos.

Nas últimas 72h, foram contabilizados 17 assaltos na Região Metropolitana do Recife (RMR). E apenas nas últimas 24h, oito ônibus, sendo dois do segmento BRT foram assaltados. 

Confira as linhas, com horário e local, que sofrem investidas:

21h20 - T.I. Xambá/Príncipe - Sítio, Novo, Olinda

17h10 - BRT T.I. Pelópidas/PCR - Bultrins, Olinda

11h35 - T.I. TIP/Conde da Boa Vista - Torrões, Recife

13h - Cabo de Santo Agostinho/Cais de Santa Rita - Pontezinha, Cabo de Santo Agostinho

20h - Cucurana/Cajueiro Seco - Pontezinha, Cabo de Santo Agostinho

21h35 - Cohab/Cajueiro - Prazeres, Jaboatão dos Guararapes

15h30 - BRT T.I. Abreu e Lima/PCR  - Guadalupe, Olinda

20h40 - Curado IV/Barra de Jangada - BR-101, Jaboatão dos Guararapes

Nota da SDS

Por meio de nota, apesar dos números alarmantes, a Secretaria de Defesa Social de Pernambuco (SDS) disse que os casos de roubos a ônibus estão reduzindo e rebateu os dados coletados pela editoria de polícia da Rádio Jornal.

A Secretaria de Defesa Social de Pernambuco informa que as denúncias de roubo a coletivos permanecem em redução no Estado. De janeiro a março deste ano, o total de ocorrências notificadas foi 18,36% mais baixo do que no intervalo correspondente em 2018, passando de 207 para 169 casos. Considerando o mês de abril até esta segunda-feira (29), dados preliminares apontam que o total deste ano chega a 231 casos, contra 260 no mesmo período do ano passado.

Portanto, conforme estatísticas oficiais, baseadas em boletins de ocorrência e no cruzamento de informações com a Urbana-PE, está equivocado o dado de 700 investidas a coletivos, repassado pelo Sindicato dos Rodoviários.

A SDS desconhece a metodologia utilizada pelo Sindicato dos Rodoviários. Também é importante ressaltar que a Urbana-PE reconhece e utiliza os dados oficiais para o planejamento das ações de segurança adotadas pelas empresas de ônibus.

(Matéria atualizada às 16h10 para acréscimo de nota da Secretaria de Defesa Social)

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.