POLÍCIA CIVIL

Operação prende 50 pessoas suspeitas de roubo contra o patrimônio


Quatro suspeitos de participação no assassinato do empresário Mário Gouveia foram presos na operação

Pedro Guilhermino Alves Neto
Pedro Guilhermino Alves Neto
Publicado em 30/04/2019 às 15:13
Divulgação / Polícia Civil
FOTO: Divulgação / Polícia Civil
Leitura:

A Operação Larápio da Polícia Civil prendeu 50 pessoas no Recife e Região Metropolitana. Entre os presos, estão quatro homens envolvidos na morte do empresário Mário Gouveia, além de cinco adolescentes e sete mulheres, uma delas foi presa com mais de trinta celulares roubados.

A Operação Larápio foi deflagrada nos dias 24 e 25 de abril e os detalhes apresentados nesta terça-feira (30). Todos os suspeitos presos foram encaminhados para unidades prisionais.

[PUBLICIDADE]

Dos cinquenta suspeitos presos, a maioria praticava crimes violentos contra o patrimônio, incluindo assaltos a lojas, farmácias e até transeuntes na Região Metropolitana, como explica o delegado da Polícia Civil, Ivaldo Pereira. “Temos dois indivíduos envolvidos com roubos de veículos em Jaboatão. Seis indivíduos com roubo a coletivos na capital e Região Metropolitana. Uma dupla que atuava com roubo a turistas no litoral sul e outro em Boa viagem. A polícia se concentrou em prender indivíduos envolvidos com roubos”, afirmou.

Na operação, foram apreendidas 12 armas de fogo, incluindo pistolas, metralhadoras e revólver calibre 38, cinco automóveis modelo popular e 3kg de maconha.

Ainda segundo o delegado Ivaldo Pereira, um dos presos é suspeito de realizar a manutenção de armas utilizadas em assaltos. “Prendemos um indivíduo conhecido como Armeiro, porque ele concertava várias armas para os bandidos. Em sua residência foram encontradas armas de fogo e munições”, finalizou.

Confira os detalhes na matéria de Thiago Barreto:

Outra Operação

Ainda na tarde desta terça-feira (30), a Polícia Civil também vai apresentar os detalhes de outra operação, a Estação Final, realizada na manhã desta segunda (29), em Ipojuca no Grande Recife. A ação da polícia nesta operação visou prender pessoas suspeitas de integrar uma quadrilha ligada a homicídios e tráfico de drogas, com atuação em Ipojuca e no Cabo de Santo Agostinho, no Grande Recife.


Mais Lidas