MANIFESTAÇÕES

Protestos e 165 detenções marcam Dia do Trabalho na França


A forte atuação da polícia da França ocorre após meses de atos em massa do movimento conhecido como coletes amarelos.

Ísis Lima
Ísis Lima
Publicado em 01/05/2019 às 12:43
Reprodução/ Twitter
FOTO: Reprodução/ Twitter
Leitura:

A celebração do Dia do Trabalho na França começou nesta quarta-feira (1º) com pelo menos 165 pessoas detidas em meio a protestos em Paris.

A forte atuação da polícia francesa ocorre após meses de atos em massa do movimento conhecido como coletes amarelos. O movimento dos coletes amarelos teve início contra o aumento do imposto sobre o combustível no país. Agora, o grupo questiona também a diminuição do poder de compra e os impostos sobre a classe média.

Homens das forças de segurança foram destacados para cobrir praticamente toda a cidade e, até o meio-dia (horário local), policiais já haviam feito o que a prefeitura chamou de verificação preventiva de identidade de mais de 9 mil pessoas.

Tradicionalmente, o Dia do Trabalho na França é comemorado com grandes marchas em todo o país, organizadas por centrais sindicais e, em paralelo, uma manifestação da Frente Nacional, agora chamada de Agrupamento Nacional, principal partido de extrema direita do país.


Mais Lidas