FEMINICÍDIO

Homem é preso suspeito de matar namorada asfixiada em motel


A vítima foi encontrada no banheiro com sinais de estrangulamento; caso aconteceu em Gravatá, no Agreste

Pedro Guilhermino Alves Neto
Pedro Guilhermino Alves Neto
Publicado em 07/05/2019 às 9:25
Reprodução/TV Jornal
FOTO: Reprodução/TV Jornal
Leitura:

Foi preso nesta segunda-feira (6) um homem suspeito de matar a namorada asfixiada em um motel, em Gravatá, Agreste de Pernambuco. Identificado como Nego Lau, ele é ex-presidiário e preso na cidade de Bezerros, também no Agreste.
De acordo com a polícia, Maria Luísa Ferreira, de 18 anos, foi encontrada no banheiro do quarto do motel com sinais de estrangulamento. O homem confessou o crime.

[PUBLICIDADE]

O crime

O ex-presidiário disse que antes de ir ao motel, o casal estava em um bar e acabou discutindo por ciúmes. Ao chegar no local do crime, a discussão voltou a acontecer e ele sufocou a mulher com uma toalha até a morte. Após matar a mulher, o homem arrastou a vítima para o banheiro do quarto numa tentativa de ocultar o crime. Funcionários do motel afirmaram que Nego Lau, que tinha o nome da companheira tatuado na testa, avisou para funcionários do motel que iria comprar cigarro, mas acabou não retornando.

O corpo da mulher foi levado para o Instituto de Medicina Legal (IML). O suspeito foi autuado pelo crime de feminicídio.


Mais Lidas