VIOLÊNCIA

Polícia prende, pela segunda vez, cantor evangélico suspeito de roubos


O cantor evangélico Alexandro da Silva, de 32 anos, morava no bairro da Várzea Fria, em São Lourenço da Mata

Ísis Lima
Ísis Lima
Publicado em 10/05/2019 às 7:10
Reprodução/TV Jornal
FOTO: Reprodução/TV Jornal
Leitura:

A Polícia Civil investiga o caso de um cantor evangélico suspeito de vários assaltos e crime sexual, em São Lourenço da Mata, na Região Metropolitana do Recife. Alexandro da Silva, de 32 anos, era morador da Várzea Fria, em São Lourenço da Mata, e conhecido em igrejas evangélicas. O homem já havia sido preso em 2017 e cumpriu 11 meses de reclusão por roubo.

Alex foi preso nessa quarta-feira (8) e vai responder também por roubos. Na abordagem feita pela polícia na casa dele, foram encontrados bolsas e documentos de mulheres. “Quando ele percebia andando sozinha, ele seguia com o carro e aguardava que ela ficasse num lugar mais ermo. Ele descia do carro, com uma arma de fogo, abordava a vítima e subtraía (...) Quatro vítimas estiveram na delegacia e fizeram o reconhecimento dessa pessoa, informando ter absoluta certeza de que se tratava da mesma pessoa”, detalhou a delegada responsável pelo caso, Euricélia Nogueira.

Confira os detalhes na matéria de Bruna de Oliveira:

Suspeito de crime sexual

De acordo com a delegada responsável pelo caso, Alexandro da Silva também é suspeito de crime contra a dignidade sexual de uma adolescente de 13 anos. “A gente tem um informe de um crime contra a dignidade sexual de uma menor de 13 anos em que ela afirma que o autor do crime estava em um Idea prata (...) Nós temos um boletim de ocorrência de uma menor que ela aponta e descreve uma pessoa nas mesmas características”, apontou a delegada.


Mais Lidas