play_circle_outline
Jornada Esportiva

Escrete de Ouro

access_time

22:00

Resumo Final

Marcelo Araújo

access_time

23:00

Coisas de Pet

Priscila Miranda e Amanda Rainheri

play_circle_outline
Jornada Esportiva

Escrete de Ouro

access_time

22:00

Resumo Final

Marcelo Araújo

access_time

23:00

Coisas de Pet

Priscila Miranda e Amanda Rainheri

search close
DEFESA DE DIREITOS

No Recife, ato contra cortes na educação reúne milhares de pessoas

O Governo Federal defende que não houve corte na educação, mas sim um contingenciamento de verbas

No Recife, ato contra cortes na educação reúne milhares de pessoas
Manifestação contra o corte de verbas na educação - Foto: Felipe Ribeiro/JC Imagem

Milhares de professores, estudantes e servidores de várias instituições públicas de ensino saíram em caminhada da Rua da Aurora, no bairro da Boa Vista, área central do Recife, em sentido ao Pátio do Carmo, no bairro de São José, no protesto contra os cortes de verbas destinadas à educação. O dia da paralisação nacional da educação acontece nesta quarta-feira (15) e mobiliza várias cidades do país.

A diretora do Sindicato dos Trabalhadores em Educação de Pernambuco (Sintepe), Ivete Caetano, diz que o ato é um recado para o Governo Federal. “A sociedade vai estar em pé, em luta para defender o direito à educação. Governo nenhum pode botar a mão, esconder o dinheiro, que por direito é da universidade, que produz conhecimento, ciência, tecnologia. Governo nenhum tem o direito de negar que a população tenha acesso à escola pública, seja da educação básica ou profissional”, afirmou.

“O orçamento de 2019 foi aprovado em 2018. O dinheiro está lá e ele resolveu bloquear esse dinheiro. Não tem justificativa, não tem motivo. É a penalização da classe trabalhadora e daqueles que mais precisam”, defendeu.

Confira os detalhes na reportagem de Michael Carvalho:

Crítica do presidente

O presidente Jair Bolsonaro disparou duras críticas contra os manifestantes. Ao chegar aos Estados Unidos, nesta quarta-feira (15), ele disse que os manifestantes são “idiotas úteis, imbecis”.

“É natural [que haja protesto], agora a maioria ali é militante. Não tem nada na cabeça. Se você perguntar quanto é 7 x 8, não sabe. Se você perguntar a fórmula da água, não sabe, não sabe nada. São uns idiotas úteis, uns imbecis, que estão sendo usados como massa de manobra de uma minoria espertalhona que compõe o núcleo de muitas universidades federais no Brasil”, afirmou o presidente na porta do hotel onde está hospedado em Dallas, Texas.

Protestos

A mobilização nacional em resposta ao corte de verbas impostos anunciados pelo Ministério da Educação acontece nesta quarta-feira (15) em todo o País. Esses cortes vão impactar diretamente universidades, institutos federais e também na educação básica. Apenas em Pernambuco, as três universidades federais e os dois institutos tiveram juntos um corte de R$ 130 milhões. No Recife, a concentração do protesto acontecerá às 15h, na Rua da Aurora, no Centro.

A informação do corte orçamentário foi dada pelo Secretário de Educação Superior do MEC, Arnaldo Barbosa de Lima Júnior. O corte, inicialmente, seria restrito a três universidades, Universidade de Brasília (UnB), Universidade Federal Fluminense (UFF) e Universidade Federal da Bahia (UFBA). Em seguida, foi ampliado a todas as instituições federais do país. A medida afeta ainda a educação básica. 


COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.