play_circle_outline
O Assunto é Futebol - 2° Tempo

Maciel Júnior

access_time

14:00

Rádio Livre

Anne Barreto e Rhaldney Santos

access_time

16:00

Balanço de Notícias

Wagner Gomes e Igor Maciel

play_circle_outline
O Assunto é Futebol - 2° Tempo

Maciel Júnior

access_time

14:00

Rádio Livre

Anne Barreto e Rhaldney Santos

access_time

16:00

Balanço de Notícias

Wagner Gomes e Igor Maciel

search close
CRÍTICAS

São uns idiotas úteis, imbecis, diz Bolsonaro sobre manifestantes

Nesta quarta-feira (15), estudantes, professores e pais protestam contra os cortes na educação anunciados pelo governo Bolsonaro

São uns idiotas úteis, imbecis, diz Bolsonaro sobre manifestantes
- Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

No dia em que estudantes, professores, pais e profissionais da educação se mobilizam para protestar em todo o país em resposta aos cortes na educação, o presidente Jair Bolsonaro disparou duras críticas contra os manifestantes. Ao chegar aos Estados Unidos, nesta quarta-feira (15), ele disse que os manifestantes são “idiotas úteis, imbecis”.

“É natural [que haja protesto], agora a maioria ali é militante. Não tem nada na cabeça. Se você perguntar quanto é 7 x 8, não sabe. Se você perguntar a fórmula da água, não sabe, não sabe nada. São uns idiotas úteis, uns imbecis, que estão sendo usados como massa de manobra de uma minoria espertalhona que compõe o núcleo de muitas universidades federais no Brasil”, afirmou o presidente na porta do hotel onde está hospedado em Dallas, Texas.

"Não houve corte. Há um contingenciamento", diz ministro da Educação

“Cortar verbas para a educação é um suicídio”, diz Cristovam Buarque

A fala do presidente foi aplaudida por apoiadores, que gritavam “mito” durante a entrevista coletiva concedida a jornalistas.

Protestos

A mobilização nacional em resposta ao corte de verbas impostos anunciados pelo Ministério da Educação acontecerá nesta quarta-feira (15) em todo o País. Esses cortes vão impactar diretamente universidades, institutos federais e também na educação básica. Apenas em Pernambuco, as três universidades federais e os dois institutos tiveram juntos um corte de R$ 130 milhões. No Recife, a concentração do protesto acontecerá às 15h, na Rua da Aurora, no Centro.

A informação do corte orçamentário foi dada pelo Secretário de Educação Superior do MEC, Arnaldo Barbosa de Lima Júnior. O corte, inicialmente, seria restrito a três universidades, Universidade de Brasília (UnB), Universidade Federal Fluminense (UFF) e Universidade Federal da Bahia (UFBA). Em seguida, foi ampliado a todas as instituições federais do país. A medida afeta ainda a educação básica. 


COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.