EDUCAÇÃO

Univasf pode fechar as portas em setembro por causa do corte de verbas


O corte na universidade é de quase R$ 12 milhões

Pedro Guilhermino Alves Neto
Pedro Guilhermino Alves Neto
Publicado em 20/05/2019 às 11:03
Google Street View
FOTO: Google Street View
Leitura:

A Universidade Federal do Vale de São Francisco (Univasf) poderá fechar as portas ainda este ano devido ao contingenciamento de 30% de seu orçamento pelo Ministério da Educação. O corte é de quase R$ 12 milhões.

O reitor da universidade, Julianeli Tolentino, diz que está preocupado com a situação e que, caso o governo faça a manutenção desse bloqueio, a Univasf vai paralisar as atividades em setembro. “No momento em que nós temos um corte no nosso orçamento e precisamos fazer um ajuste. Seria necessário, por exemplo, deixar de pagar alguns serviços como o fornecimento de água e energia que em breve não poderemos pagar essas faturas, além de demissões de alguns servidores terceirizados”, afirmou.

Confira os detalhes na matéria de Marco Aurélio:

O Ministério da Educação anunciou no último dia 30 de abril que todas as universidades federais do país sofrerão contingenciamento de 30% em seus orçamentos.


Mais Lidas