Lagoa do Ouro

Suspeito de matar filha e neto no Agreste de Pernambuco é preso na PB


Homem de 55 anos não resistiu à prisão e chegou a negar o crime

Publicado em 21/05/2019 às 16:32
Reprodução/Rádio Jornal
FOTO: Reprodução/Rádio Jornal
Leitura:

Um homem suspeito de matar a filha e o neto na cidade de Lagoa do Ouro, no Agreste de Pernambuco, foi preso na tarde desta terça-feira (21) no terminal rodoviário de Campina Grande, na Paraíba. Hermenegildo Gonçalves da Silva, 55 anos, teria cometido o crime pela manhã, na casa em que a família morava, no centro de Lagoa do Ouro, próximo à delegacia.

Ao ouvir o choro de uma criança, um agente da Polícia Civil do município pulou o muro da casa e arrombou a porta. Na residência, encontrou uma mulher de 34 anos e um adolescente de 14 mortos com ferimentos de facadas e uma criança de seis anos chorando no local. O suspeito havia fugido. De acordo com a Polícia Civil da Paraíba, Hermenegildo foi preso quando o ônibus em que estava, que seguia para Natal, parou em Campina Grande.

Ele não resistiu à prisão e chegou a negar o crime. Porém, ao chegar na Delegacia de Entorpecentes, para onde foi levado, assumiu o duplo homicídio. O suspeito estava com uma bolsa com roupas e celulares - entre eles o da vítima. Hermenegildo será levado de volta para Pernambuco, onde passará por audiência de custódia.

Ele tem histórico de esquizofrenia e passagem pelo Centro de Atenção Psicossocial (CAPS) de Lagoa do Ouro. A polícia tem ainda a informação de que o homem já havia matado a esposa em Fortaleza (CE) há mais de 10 anos. O caso será investigado pela Polícia Civil de Lagoa do Ouro.


Mais Lidas