NEGOCIAÇÃO

Caixa dará desconto de até 90% para reabilitar crédito de devedores

A data de lançamento do programa de renegociamento de dívidas da Caixa ainda não foi definida

Ísis Lima
Ísis Lima
Publicado em 22/05/2019 às 16:54
Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil
FOTO: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil
Leitura:

A Caixa Econômica Federal prepara um pacote de medidas para beneficiar correntistas de baixa renda que estejam inadimplentes. O banco aponta que o programa de renegociação de dívidas vai dar descontos que podem chegar a 90% de perdão do valor total da dívida, incluindo o valor principal do empréstimo, os juros e a correção monetária. Estão incluídas pessoas físicas e jurídicas, principalmente aquelas com dívidas pequenas, inferiores a R$ 2 mil.

Em nota, o presidente da Caixa, Pedro Guimarães, disse que o objetivo do banco é trazer esses clientes de volta ao mercado de crédito, oferecendo empréstimos mais baratos.

O último balanço da Caixa, referente ao ano de 2018, apontou que são 2,7 milhões correntistas, pessoas físicas e mais 300 mil pequenas empresas que deixaram de arcar com o empréstimo.

Negociação direta

A Caixa Econômica tinha reforçado o setor de cobrança de devedores e terceirizou a recuperação desses débitos, mas especialistas acreditam que a crise e os juros altos impediram que a operação fosse bem sucedida. Agora, a instituição financeira vai negociar diretamente com o devedor. Dependendo da garantia que for apresentada, a dívida pode ser reduzida com descontos que vão de 40% a 90%. A data de lançamento ainda não foi definida e depende da agenda do presidente Jair Bolsonaro, que quer capitalizar o prestígio do perdão de parte dessas dívidas.

Confira os detalhes na reportagem de Romoaldo de Souza:

Mais Lidas