POLÍTICA

Atos em apoio ao governo ocorrem em diversas cidades do país


Entre os principais pontos defendidos pelos manifestantes pró governo estão o porte e posse de armas e a Reforma da Previdência que tramita no Congresso

Rádio Jornal
Rádio Jornal
Publicado em 26/05/2019 às 14:57
Sérgio Bernardo/JC Imagem
FOTO: Sérgio Bernardo/JC Imagem
Leitura:

Atos em apoio ao governo de Jair Bolsonaro ocorrem neste domingo (26) em várias cidades do país. Os apoiadores defendem a reforma da Previdência, o pacote anticrime, o porte e posse de armas, além de ministros do governo como o da Justiça, Sergio Moro, e o da Economia, Paulo Guedes.

Brasília

Os apoiadores se concentraram no gramado da Esplanada dos Ministérios, na altura do Palácio Itamaraty. Cinco carros de som ocupavam a pista com mensagens em apoio à agenda do governo federal como a Medida Provisória 870, da reforma administrativa, a reforma da Previdência Social (Emenda Constitucional nº 6/2019) e os projetos de lei que compõem o pacote anticrime. Os manifestantes também declaravam apoio à Operação Lava Jato e pediam a instalação da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) das Cortes Superiores, conhecida como Lava Toga.

A manifestação – convocada por movimentos como Ordem e Progresso; Limpa Brasil; e Organização Nacional dos Movimentos – foi marcada pela diversidade de participantes que criticavam o Supremo Tribunal Federal (STF), protestavam contra o Congresso Nacional e lideranças parlamentares. Alguns manifestantes defendiam a volta do regime monarquista.

Havia faixas também com dizeres favoráveis ao ministro Paulo Guedes e um boneco inflável de 20 metros que misturava a imagem do ministro Sergio Moro com o personagem de quadrinhos e cinema Super-Homem.

Recife

Na capital pernambucana, a manifestação se concentra na Avenida Boa Viagem, zona sul do Recife. Os organizadores estimam que cerca de 100 mil pessoas compareçam ao ato, que começou por volta das 15 horas, deste domingo (26). Com o apoio dos grupos Liberta Pernambuco, Direita Pernambuco e Endireita Pernambuco, os deputados estaduais Marco Aurélio Meu Amigo (PRTB) e Clarissa Tércio (PSC), o ex-candidato a deputado-federal Coronel Meira (PRTB) e cartazes em apoio a Bolsonaro, os ativistas pedem celeridade na aprovação da Reforma da Previdência, além de se mostrarem a favor do pacote anticrime e do decreto que favorece o porte e a posse de armas de fogo.

Wilker Cavalcanti, presidente do Liberta Pernambuco e do PSL Jovem, ressaltou a importância da mobilização para que as principais pautas sejam votadas.

"A gente vive hoje o quinto mês do governo Jair Messias Bolsonaro. E nesses cinco meses, o governo praticamente gerenciou o país por decreto. Porque nosso Congresso Nacional quer fazer o famoso parlamentarismo branco, aquela famosa troca por emendas. As ruas precisam fazer quem está no Congresso entender que quem manda no Brasil é o povo", afirmou Wilker.

Governo

Mais cedo, no Rio de Janeiro, ao participar de um culto na Igreja Batista Atitude, na Barra da Tijuca, zona oeste do Rio de Janeiro, o presidente Jair Bolsonaro afirmou disse que a população está indo às ruas neste domingo para defender o futuro do país: “Hoje, por coincidência, é um dia em que o povo está indo às ruas não para defender o presidente, um político ou quem quer que seja. Ele está indo para defender o futuro desta nação".


Mais Lidas